Clínica Geral

16/06/2015 04:06 - Atualizado em 03/12/2016 03:46

Hidradenite supurativa: Doença da pele confunde pacientes

O problema causa nódulos dolorosos e inflamados na pele, sendo confundido com acne ou furúnculo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Muitas vezes, o surgimento de nódulos dolorosos na pele pode ser confundido com um furúnculo ou uma acne severa, mas a hidradenite supurativa é uma doença inflamatória crônica ainda mais grave. O problema precisa de um diagnóstico correto para que seja feito o tratamento adequado. Por isso, a consulta com um dermatologista é fundamental.

A inflamação pode se agravar e acabar criando cicatrizes e outras complicações na pele. Geralmente, os nódulos retornam no mesmo local após semanas ou meses, mas algumas medidas preventivas ajudam a combater o problema e evitar o seu desenvolvimento.

Saiba identificar a hidradenite supurativa

Também conhecida por hidrosadenite ou acne inversa, a hidradenite supurativa é uma doença inflamatória crônica da pele, formada por nódulos subcutâneos inflamatórios. É causada por uma obstrução do folículo piloso, onde nascem os pelos, levando ao acúmulo de sebo e suor e, como consequência, à inflamação.

Em alguns casos, o folículo pode romper, contaminando camadas mais profundas da pele com bactérias.

hidradenite

A hidradenite supurativa pode se tornar uma doença crônica, com duração de semanas ou meses. A recorrência também é comum, surgindo novos nódulos no mesmo local. As mais acometidas são as mulheres, principalmente adolescentes e adultas jovens.

A doença também é mais frequente em pessoas obesas ou com sobrepeso, fumantes e em quem possui histórico familiar do problema.

Os nódulos surgem principalmente em regiões do corpo em que duas superfícies da pele entrem em contato, como axilas e virilhas - casos mais comuns -, parte inferior das mamas ou dos glúteos, ao redor do ânus, no saco escrotal ou na área de dentro das coxas.

O primeiro sintoma que se manifesta é um nódulo solitário inflamado e doloroso, podendo medir de meio a dois centímetros de diâmetro. Depois de algum tempo, outros nódulos costumam surgir ao redor da primeira lesão. Pontos pretos, bem parecidos com cravos, também são comuns ao redor das lesões da hidradenite supurativa.

Nessa fase, a doença é frequentemente confundida com uma espinha interna ou um furúnculo. Após um período de tempo, que varia de acordo com cada caso, o nódulo se torna um abscesso, que pode drenar para a superfície da pele de forma espontânea ou pela manipulação do paciente.

Quando ele estoura, elimina um material purulento ou sanguinolento, e a dor é aliviada. Na maioria dos casos, a lesão some ou é drenada, mas costuma retornar após algumas semanas ou meses, no mesmo local. Podem surgir cicatrizes, causando redução da mobilidade do local afetado ou obstrução linfática, levando ao linfedema - inchaço por acúmulo de linfa.

Como tratar e prevenir o problema

Não existe uma cura definitiva para a hidradenite supurativa, mas a medida mais importante para combater a doença é procurar um dermatologista para que ele faça o diagnóstico correto e indique o melhor procedimento. O tratamento precoce ajuda a controlar os sintomas, evitar novas lesões e impedir a formação de cicatrizes.

O uso de antibióticos e outros procedimentos podem combater o problema e evitar a sua evolução. Algumas medidas preventivas são consumir laticínios e alimentos ricos em açúcar com moderação, evitar o cigarro, manter o peso ideal e fazer a higiene diária do local afetado com sabonetes antibacterianos.

Gostou das dicas de saúde? Conte para nós! E aproveite para conferir as novidades de beleza e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
doença de pele
furúnculo
espinha interna
abscesso

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ