Clínica Geral

27/10/2014 07:18 - Atualizado em 05/12/2016 09:30

Fé e família ajudam no tratamento para câncer

Tratamento para câncer envolve um caminho longo de dedicação e superação.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Em sua definição mais ampla, o câncer abrange um conjunto com mais de cem doenças causadas por um motivo comum: a multiplicação descontrolada de células, que acaba criando o tumor.

O tratamento para câncer é um processo costumeiramente árduo e prolongado, que tende a ser exaustivo tanto para o paciente como para o médico e os familiares envolvidos.

Como as chances de cura costumam variar muito de caso para caso, mesmo quando as características são semelhantes, todo e qualquer apoio espiritual pode fazer a diferença.

tratamento-para-cancer

A força da fé no tratamento para câncer

Não é à toa que se diz que a fé move montanhas. Independentemente de qual for a crença ou a religião, é possível afirmar que o pensamento positivo que emana de uma pessoa com fé, que de fato acredita em um ideal ou um Deus, pode contribuir positivamente no tratamento para câncer.

A força espiritual interfere nos pensamentos e tende a convencer o cérebro de que algo difícil pode ser realizado. Não há estudos científicos que comprovem de forma definitiva essa influência, até porque a força da fé não pode ser mensurada, mas dificilmente alguém se coloca de forma a negar o seu poder.

Além da fé, o apoio de familiares e amigos também tende a ajudar no tratamento de uma doença terminal. O paciente que se sente querido e prestigiado e que consegue, por meio dessa companhia, perceber sua importância na vida de outras pessoas, tende a ter mais força interior para recuperar-se, pois vê aí um outro motivo para vencer a doença.

O oncologista clínico Bruno Pozzi reconhece a importância da fé e do apoio familiar em qualquer aspecto da vida, inclusive quando é preciso enfrentar uma doença terminal, como no tratamento para câncer. Ele conceitua os valores por meio da nomenclatura de Máximo e Mínimo.

“Mínimos são as atividades e cuidados que todas as pessoas têm direito e deveriam receber: higiene, medicação, dignidade e tratamento médico. O Máximo seria todo o suporte que em um primeiro momento pode parecer trivial para o profissional que está afundado nos problemas do dia a dia: suporte emocional, psicológico e espiritual”, afirma o médico.

Segundo ele, são complementos mais elaborados, que na maioria das vezes passam batidos pela equipe médica, mas que para o paciente fazem toda a diferença.

Tratamento para câncer varia de caso para caso

Existem cinco principais formas de tratamento para câncer. Confira:

Hormonioterapia

O objetivo do tratamento é impedir a ação dos hormônios responsáveis pelo crescimento das células cancerígenas. Essa técnica é comum no tratamento para câncer de mama e de próstata.

Terapia alvo

Age por meio de drogas que bloqueiam alvos específicos de determinadas proteínas. Geralmente, os medicamentos são ingeridos via oral.

Cirurgia

É a modalidade de tratamento mais definitiva. Quando o tumor está em estágio inicial e em condições favoráveis para remoção, o tratamento costuma ter relativo sucesso.

Quimioterapia

Consiste em um tratamento que utiliza drogas quimioterápicas que, quando ingeridas pelo paciente, destroem as células canecerígenas. Os efeitos da quimioterapia não se limitam ao tumor, o que ajuda no combate a metástases, mas também pode provocar efeitos colaterais ao atingir tecidos saudáveis.

Radioterapia

É o tratamento mais comum para tumores localizados que não podem ser retirados cirurgicamente. A ação da radioterapia é semelhante à da quimioterapia, mas a ação fica restrita ao local tratado.

Gostou das nossas dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
câncer
cura do câncer
tratamento do câncer
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ