Clínica Geral

23/10/2014 07:38 - Atualizado em 03/12/2016 01:30

Entenda por que a falta de sono traz prejuízos ao cérebro

Falta de sono pode levar a disfunções de memória e também de aprendizagem.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Uma das práticas mais comuns entre o público jovem e parte dos adultos, em faixas etárias que variam entre os 15 e os 35 anos, é a de dormir tarde. Alguns por prazer, outros por necessidade ou por não conseguirem dormir mais cedo.

O fato é que não dormir pode ser uma ideia atraente quando há naquele horário uma atividade que você deseja realizar. Mas a falta de sono faz mal ao cérebro e à saúde em geral.

Como a falta de sono prejudica o cérebro

Você deve saber que o sono é a forma que o corpo encontra para repor as energias que são gastas nas atividades que realizamos diariamente. O sono é tão importante, que uma noite bem dormida pode ajudar o cérebro a fazer ligações que ele jamais faria enquanto estamos acordados. Mas a falta de sono pode impedir o cérebro de fazer conexões muito simples.

falta-de-sono

Isso acontece porque uma baixa quantidade de horas de sono é capaz de danificar e até destruir alguns neurônios. Essa foi uma conclusão de alguns cientistas da Universidade de Pequim em estudo sobre o tema. Os pesquisadores mantiveram ratos em um laboratório e impediram os animais de dormir mais do que 5 horas em cada noite.

Depois de um certo período dormindo pouco, os ratos testados sofreram uma diminuição de 25% dos neurônios de uma região cerebral chamada lócus cerúleo. A área afetada é justamente a responsável por ativar o modo de alerta e atenção no cérebro. Essa região também tem forte ligação com a memória e a capacidade de aprendizagem.

Os dados levantados pela pesquisa através da análise realizada no cérebro dos ratos indicam que os resultados da falta de sono podem ser irreversíveis. Os cientistas explicam que as descobertas realizadas tem relação com o cérebro de animais simples, ou seja, não significa que os danos se dêem na mesma proporção para o cérebro humano. A certeza é de que os humanos também são afetados.

Como prevenir a falta de sono

Nem sempre dormir tarde é uma atitude que acontece por escolha do indivíduo. Muitas vezes, a insônia surge devido a hábitos que a pessoa tem durante o dia ou a algumas atividades que ela exerce horas antes de dormir. Há também algumas disfunções no corpo humano que podem impedir a pessoa de ter horas de sono tranquilas, mas elas são mais raras.

O maior causador da insônia é o estresse. O excesso de responsabilidades que a pessoa enfrenta em casa e no trabalho faz com que o cérebro tenha dificuldade de se desligar e relaxar. A dica é escolher atividades relaxantes, como uma leitura leve ou ouvir alguma música suave para que o cérebro se desconecte das atividades que exerceu ao longo do dia.

Outros tipos de hábito que causam a falta de sono são os alimentares e os vícios. Cientistas da Universidade da Flórida descobriram que cada cigarro fumado corresponde a um minuto a menos de sono. Além disso, ingerir bebidas ricas em cafeína, como refrigerantes de cola e café, até 6 horas antes de dormir diminui em 1 hora o tempo que você passa dormindo.

Se você costuma beber muitas bebidas que contêm cafeína ou ingerir chocolates, alimento em que a substância é abundante, prefira fazê-lo em horários distantes da hora do sono. Procure ingerir esses alimentos e bebidas no máximo até as 16h. No caso do cigarro, o ideal é cortá-lo da sua rotina. Além de prejudicar a qualidade do sono, ele também afeta os pulmões, os rins e o coração.

E aí, gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
sono
falta de sono
danos ao cérebro
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ