Clínica Geral

17/11/2014 12:00 - Atualizado em 26/11/2016 02:20

Entenda o papel do paciente no tratamento para diabetes

A disciplina e a determinação do paciente são fundamentais no tratamento para diabetes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Embora a ciência ainda não tenha descoberto a cura para o diabetes, os tratamentos modernos permitem que o paciente diagnosticado com o problema tenha uma vida relativamente normal, por meio de algumas adaptações à rotina. Compreender a importância da disciplina e da mudança de hábitos no tratamento para diabetes é condição para lidar com a doença da melhor forma possível, evitando complicações.

Controle do índice glicêmico é parte do tratamento para diabetes

Considerado uma síndrome metabólica, o diabetes consiste na elevação da glicose no sangue. A doença se manifesta da seguinte maneira: quando nos alimentamos, o organismo promove a digestão dos alimentos através, principalmente, do intestino. Nesse processo, parte da comida é transformada em açúcar, a chamada glicose, sendo absorvida pelo sangue.

tratamento-para-diabetes

A função da glicose é garantir energia para o funcionamento geral dos tecidos. Para que ela seja aproveitada em toda sua potencialidade, faz-se necessária a presença de insulina, uma substância produzida nas células do pâncreas. O diabetes ocorre quando a glicose não é suficientemente aproveitada pelo organismo, aumentando sua presença no sangue.

Por isso, uma das finalidades do tratamento para diabetes é controlar o índice glicêmico do sangue. Além de medicamentos específicos e da possível injeção de insulina no organismo, alguns hábitos devem ser adotados pelo paciente em tratamento.

Tratamento para diabetes exige mudança de hábitos

A disciplina e a determinação do paciente têm papel fundamental durante o tratamento, a fim de manter a diabetes sob controle. Entre os hábitos recomendados pelos médicos, estão:

Praticar exercícios físicos

A atividade física é uma das principais responsáveis por manter os níveis de açúcar do sangue controlados. Além disso, os exercícios contribuem para afastar os riscos de ganho de peso.

Controlar a dieta

Doces e alimentos com carboidratos simples, como massas e pães, devem ser evitados pelas pessoas diagnosticadas com diabetes. Dê preferência para carboidratos complexos, como grãos integrais, castanhas e nozes.

Verificar a glicemia

Uma das obrigações do paciente é controlar os índices glicêmicos regularmente, por meio de um aparelho conhecido como glicosímetro. Essa medida permite identificar a evolução - ou involução - do problema.

Reduzir o consumo de álcool

A ingestão de bebidas alcoolicas sem acompanhamento alimentar ou em níveis exagerados pode causar hipoglicemia. Se possível, evite cervejas e bebidas doces ou à base de carboidratos, pois elas têm alto índice glicêmico.

Aumentar o cuidado com os olhos

O paciente diagnosticado com diabetes não tem a mesma aderência nas células da córnea em comparação com pessoas livres do problema. Essa fragilidade pode ser a porta de entrada para uma série de infecções, além de doenças como catarata e glaucoma.

Fique atento aos sintomas

Além de ajudar no controle e no tratamento para diabetes, esses hábitos também contribuem para prevenir a doença. De qualquer forma, é importante consultar o médico com regularidade - principalmente se você tem familiares diagnosticados com o a doença. Estar atento aos sintomas também é recomendável. Entre os mais comuns, estão:

- Necessidade acentuada de urinar

- Cansaço excessivo

- Visão embaçada

- Sede em excesso

- Aumento inexplicável e repentino do apetite

- Perda de peso, independentemente de mudanças na dieta

- Infecções frequentes, em especial na pele.

Gosta das nossas dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
diabetes
doença
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ