Clínica Geral

12/03/2015 02:51 - Atualizado em 03/12/2016 01:25

Dor de cabeça constante pode ser sintoma de várias doenças

Dores na cabeça podem indicar sinusite, problemas de visão e até aneurisma.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Sinal de preocupação, a dor de cabeça constante precisa ser avaliada por um médico. O sintoma está relacionado a diversos problemas de saúde. Sinusite, intoxicação, aneurisma e até mesmo tumores podem se manifestar por meio da cefaleia.

Entre as diversas classificações, as dores de cabeça podem ocorrer por tensão, isoladamente ou em decorrência da enxaqueca. Nesses casos, os tratamentos são simples.

Porém, quando atingem um perfil secundário (decorrente de outras doenças), você deve buscar ajuda. Descubra o que pode ser a sua dor de cabeça constante e o que fazer para tratá-la.

dor de cabeca constante

Enxaqueca é principal causa da dor de cabeça constante

Quando atinge a parte da frente da cabeça ou a região da testa, a dor de cabeça constante pode indicar enxaqueca. A região costuma ficar latejando, como se tivesse pulsação, e pode durar dias. Segundo dados do Ministério da Saúde, de 5% a 25% das mulheres no Brasil sofrem desse problema. Entre os homens, 2% a 10% têm enxaqueca.

Sem uma cura, a enxaqueca é tratada com betabloqueadores, antidepressivos, neuromoduladores e antivertiginosos. Apenas o médico poderá administrar os medicamentos, após diagnosticar a dor de cabeçam - que se apresenta em mais de 15 dias no mês, acompanhada de crises intensas.

Pressão alta e gravidez também causam dor de cabeça com frequência. Nessas situações, ela pode surgir apenas em um lado da cabeça e requer uma consulta para identificar o que está acontecendo. Para atenuar a dor, podem ser tomados medicamentos como paracetamol e ácido acetilsalicílico.

Na nuca, a dor pode indicar uma contratura dos músculos, principalmente na região do pescoço. Além disso, transtornos de coluna, principalmente na cervical, manifestam-se também na cabeça, gerando dor e desconforto muscular.

Outros problemas aos quais uma dor de cabeça constante também pode estar relacionada são preocupações, ansiedade, cansaço e estresse. Se estiver acontecendo na parte frontal, costuma ser associada com desidratação e dilatação dos vasos sanguíneos do cérebro.

Problemas de visão podem provocar dor de cabeça constante

Vista embaçada e dificuldade em enxergar podem afetar a cabeça, provocando dor a todo momento. Para isso, é importante consultar o oftalmologista e verificar se não é necessário utilizar óculos.

Noites mal dormidas geram cansaço, que afeta o corpo e também a mente, por isso uma simples soneca pode resolver.

O bruxismo, que se caracteriza pelo aperto ou raspagem dos dentes durante a noite, também causa dor de cabeça constante. É importante sentir a mandíbula e verificar se ela não está se deslocando e provocando as dores.

Café, refrigerante de cola e chocolate são alimentos estimulantes que, muitas vezes, podem causar impacto na atividade cerebral e fazer a cabeça doer. O jejum, uma das origens da hipoglicemia, também é um fator que provoca as dores. A alimentação correta permite que o corpo e a cabeça funcionem da maneira adequada.

Gripes e resfriados podem ser tratados com medicamentos antigripais e antitérmicos, reduzindo a intensidade e frequência de dores de cabeça, quando relacionadas com essas doenças virais. Os hormônios, principalmente no período pré-menstrual, também alteram o organismo e provocam dores no corpo e na cabeça. Quando esse tempo passa, o incômodo cessa.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
dor de cabeça
sinusite
aneurisma
enxaqueca

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ