Clínica Geral

13/10/2015 03:33 - Atualizado em 06/12/2016 10:26

Doença de Whipple causa problemas intestinais

Ainda pouco conhecida, ela pode atingir diferentes sistemas do organismo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Identificada pela primeira vez em 1907, a doença de Whipple segue ainda hoje com diversas lacunas para os especialistas. Considerada rara, ela é uma infecção bacteriana causada pela Tropheryma whipplei.

Porém, apesar da falta de informações mais detalhadas, as últimas décadas foram decisivas para que a doença pudesse receber o tratamento necessário. Quem explica é André Zonetti de Arruda Leite, médico assistente do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

paciente com doença de whipple no consultório da médica

Sintomas da doença de Whipple

Embora a doença de Whipple seja considerada multissistêmica, ela atinge de maneira particular o intestino delgado. Não à toa, é mais comum que ela seja diagnosticada, ainda que tardiamente, a partir de uma má absorção dos nutrientes pelo organismo, com presença de diarreia e consequente perda de peso.

Mas, conforme explica Leite, esses sintomas só são percebidos anos depois das primeiras manifestações da doença. Em sua forma clássica, ela começa com quadros de artrite recorrente.

Pode ser acompanhada ainda por sintomas ligados ao sistema neurológico, como confusão mental, perda de memória ou dificuldade no controle do movimento dos olhos. Dor abdominal e tosse também costumam ser identificadas nos pacientes que possuem a enfermidade.

O maior problema é que ainda não se sabe como ocorre a transmissão da bactéria para humanos ou por que nem todos que a possuem no corpo são acometidos pela doença. Alguns estudiosos especulam que seja uma falha genética na resposta do sistema imunológico.

Saiba Mais
Desnutrição infantil ainda é uma realidade em países pobres
Parasitas causam diversas enfermidades: Evite o contágio
Saiba o que é uma superbactéria e como se prevenir

Doença de Whipple tem tratamento

Como se trata de uma doença pouco comum entre a população e que oferece literatura limitada, o médico alerta que não há um consenso de qual seja o melhor antibiótico para utilizar ou por quanto tempo o tratamento deve ser estendido. Em geral, ele costuma ser prescrito por até um ano, com a combinação de medicamentos.

Apesar das incertezas, Leite explica que o tratamento é considerado curativo e, quando não aplicado, os sintomas podem se agravar para desnutrição e deixar sequelas neurológicas nos pacientes.

Ainda assim, é preciso atenção. Mesmo anos após a sua cura, a doença de Whipple pode voltar a aparecer, especialmente nos casos em que o Sistema Nervoso Central (SNC) sofreu algum tipo de comprometimento.

Você conhece alguém que tenha a doença de Whipple? Já tinha ouvido falar nessa enfermidade? Deixe seu comentário! E aproveite para conhecer outras novidades de saúde do Vivo Mais Saudável.

TAGS
desnutrição
artrite
perda de memória
bactéria

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ