Clínica Geral

29/08/2015 06:31 - Atualizado em 01/12/2016 12:54

Dia Nacional de Combate ao Fumo: Livre-se do vício

Data reforça a importância da conscientização sobre os malefícios do cigarro.

POR

Redação

  • +A
  • -A

No Dia Nacional de Combate ao Fumo, 29 de agosto, é preciso que haja o reforço de todos nas campanhas de conscientização sobre os perigos do cigarro. A data foi instituída em 1986, pela lei nº 7488.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmam que o tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo. No Brasil, mais de 200 mil pessoas morrem precocemente por ano vítimas de doenças relacionadas ao vício.

dia nacional de combate ao fumo placa de nao fumar

Dia Nacional de Combate ao Fumo reforça malefícios do cigarro

Ao acender um cigarro, o indivíduo tem contato com mais de 4.720 substâncias tóxicas, tais como a nicotina, associada a problemas cardíacos e vasculares, o monóxido de carbono, que contribui para a redução da oxigenação no corpo, e o alcatrão, que leva em sua composição produtos cancerígenos, como chumbo e arsênio.

O tabagismo pode ser relacionado a uma extensa lista de doenças e consequências. O câncer de pulmão ocupa posição de destaque nesse grupo. Segundo Evanius Wiermann, oncologista e presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), estima-se que 90% dos casos da doença estejam ligadas ao vício.

Fumar contribui, também, para 85% das mortes por bronquite crônica e enfisema pulmonar, 45% das mortes por infartos em pessoas com menos de 65 anos e 25% dos óbitos por anginas e por infartos do miocárdio.

Além disso, o consumo do cigarro também está associado a problemas como impotência sexual masculina, aneurismas arteriais, úlceras, infecções respiratórias e complicações na gravidez.

5 motivos para abandonar o vício

Depois de ficar por dentro das consequências do tabagismo, confira cinco razões para você abandonar o vício e desfrutar de uma vida muito mais saudável. Peça auxílio para a sua família e tenha força de vontade para mudar a sua rotina.

1. Prolongue a vida

O tabagismo diminui significativamente a expectativa de vida do fumante. Quanto antes o indivíduo decidir abandonar o vício, mais anos poderá desfrutar com saúde.

Saiba Mais
Pastilhas de nicotina realmente ajudam a parar de fumar? Entenda seus efeitos
Perda da capacidade respiratória é um dos efeitos do cigarro
Parar de fumar: Veja o que é mito e verdade

2. Dinheiro extra

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o brasileiro gasta em média R$ 78,43 por mês com cigarros. Em cinco anos, esse valor ultrapassa a quantia de R$ 4, 5 mil. Imagine tudo o que você pode fazer com esse dinheiro? Planeje uma viagem ou compre aquilo que você estava sonhando há tempos.

3. Desfrute de mais beleza

O consumo do cigarro está diretamente relacionado ao aparecimento de rugas, infecções na gengiva, mudanças de cor nos dentes e na pele. Garanta mais saúde e mais beleza para a sua vida livrando-se desse vício.

4. Vida sexual potencializada

O cigarro pode causar impotência sexual e falta de libido. Garanta momentos mais prazerosos livre desse empecilho e aproveite para desfrutar ainda mais daquela pessoa especial.

5. Melhore a sua qualidade de vida

Além de prevenir uma série de doenças, ao abandonar o cigarro você desfruta de mais disposição, melhora na autoestima, no sono, no apetite e no humor. O resultado será uma vida muito mais leve.

Se você fuma, pense nos malefícios do hábito e foque nas vantagens que você terá ao abandonar o vício. Caso não fume, lembre-se de aproveitar o Dia Nacional de Combate ao Fumo para alertar amigos e familiares sobre as consequências do cigarro.

O que você tem a dizer sobre o hábito de fumar? Deixe um comentário! O Vivo Mais Saudável quer saber a sua opinião.

TAGS
cigarro
tabagismo
vício
parar de fumar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ