Clínica Geral

14/01/2016 10:00 - Atualizado em 01/12/2016 02:03

Dia do Enfermo alerta sobre cuidados com os doentes

A data é voltada para a conscientização não só dos profissionais da saúde, mas também dos familiares dos pacientes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O Dia do Enfermo é lembrado no Brasil em 14 de janeiro para servir como alerta e medida de conscientização para a assistência adequada e humanizada aos doentes. Isso vale tanto para os profissionais de saúde quanto para os familiares. Assim, a data busca conscientizar os cuidadores e amenizar a dor dos que enfrentam algum tratamento.

Além do acesso à assistência médica adequada e aos remédios necessários, o afeto e a atenção também fazem parte dos cuidados para a cura. O tratamento humanizado e o carinho também são fatores fundamentais para a recuperação e cura dos doentes.

dia do enfermo - família conforta mulher doente

Sobre o Dia do Enfermo

O Dia do Enfermo foi criado no Brasil pelo Ministério da Saúde, em 2002, por meio do lançamento de um programa de humanização nos hospitais, buscando transformar as casas de saúde em ambientes mais afetivos e sociáveis. As medidas não englobam apenas cuidadores e doentes, mas também incentivam à participação de parentes e amigos.

Além da data nacional, é comemorado também o Dia Mundial do Enfermo, em 11 de fevereiro. A celebração mundial possui origem religiosa e foi instituída pelo Papa João Paulo II, em 1992, com uma carta dirigida a todos os povos do mundo.

O anúncio lembra que o Dia do Enfermo deve representar um momento de oração e de atenção ao sofrimento alheio, garantindo os cuidados que os doentes necessitam. Com a atitude, também se mostra o amor a Deus e ao próximo.

Desde então, no dia 11 de fevereiro, o Vaticano, sob a representação do Papa, estabelece um tema que norteia a discussão sobre o assunto junto à sociedade, aos governantes e à mídia mundial. Com campanhas, discursos e eventos, busca-se espalhar a mensagem e conscientizar o mundo todo, além de oferecer conforto aos doentes.

Saiba Mais
Creche para idosos? Veja quando é necessário recorrer a profissionais
Como é a rotina da família de um pai com câncer
Saiba por que é importante ensinar primeiros socorros para crianças

O Dia do Enfermo consiste, então, em uma data para se lembrar da importância de cuidar do próximo com respeito e humanidade, compreendendo e confortando o seu sofrimento com paciência e amor.

Cuidados com os doentes

A doença, principalmente quando é incurável, afeta não somente a condição física do paciente, mas também desestabiliza a parte psicológica e emocional. Por isso, o Dia do Enfermo busca conscientizar profissionais da saúde, familiares e toda a população não só sobre a importância da medicação e da assistência médica adequada, mas também dos cuidados emocionais.

O carinho, o afeto e a atenção são fundamentais para a recuperação e a cura das doenças, além de manter o estado mental dos enfermos - tanto os que estejam internados no hospital quanto aqueles em tratamento domiciliar.

O objeto é manter os cuidados com humanidade e fornecer as medidas necessárias para a cura ou, em caso de mal incurável, a atenção e a paciência para que o sofrimento seja menos cruel.

O que você achou do artigo? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
cuidados
enfermidade
tratamento humanizado
doenças

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ