Clínica Geral

12/06/2014 09:00 - Atualizado em 06/12/2016 01:44

Depressão é questão de saúde pública no Brasil e no mundo

Insônia, consumo excessivo de álcool e cigarro, má alimentação e sedentarismo contribuem para quadro.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Pouca gente sabe, mas a depressão está entre as cinco principais causas de incapacitação. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão será o mal mais prevalente do planeta em 2030, à frente do câncer e de algumas doenças infecciosas. Um estudo epidemiológico publicado na revista especializada BMC Medicine, mostrou que 121 milhões de pessoas estão deprimidas no mundo.

O que é depressão?
A palavra depressão traz uma conotação negativa. Muita gente acha que o indivíduo deprimido é fraco, problemático ou fresco. Quando, na verdade, qualquer pessoa pode desenvolver um quando depressivo, que é muitas vezes de origem genética.

Depressão x Tristeza
Tristeza é quando você se aborrece ou está insatisfeito com alguma coisa: o relacionamento não vai bem, o trabalho não é como gostaria ou até mesmo porque sofreu uma perda. Isso tudo faz parte da vida. O organismo cria mecanismos para dissipar esse sentir-se triste, fazendo tudo voltar ao normal.

A depressão se caracteriza por uma tristeza que perpetua. É quando passa do ponto, sendo muitas vezes de origem genética e só podendo ser neutralizada com ajuda química dos antidepressivos.

Existem níveis diferentes de depressão, o que pode dificultar ainda mais o diagnóstico e consequentemente seu tratamento.

Depressão Leve
Existem pessoas que vivem normalmente: trabalham bem arrumadas, perfumadas, com boa aparência, mas no fundo estão deprimidas. Em um quadro depressivo, a pessoa sabe que não está bem porque carrega um sentimento de tristeza que perpetua. Só que, em vez de buscar ajuda, ela prefere acreditar na melhora, mas nada muda e ela vai empurrando o problema com a barriga até desenvolver um quadro mais grave, podendo gerar um enfarto, derrame ou herpes. Hoje em dia, sabemos que até o câncer pode ter de origem emocional.

Depressão Grave
É mais fácil de diagnosticar. Quando a pessoa não come, tem vontade de morrer e fica muito tempo deitada na cama.

Depressão Pós-parto

Muito comum em mulheres após o nascimento da criança. A depressão pós-parto pode ocorrer quando um sentimento de tristeza aparece logo após o parto e não desaparece ou quando os sinais da depressão aparecem 1 mês após o parto.

Diagnóstico
Somente o profissional bem preparado pode fazer o diagnóstico preciso, pois não existe aparelho nem exame que mostre o estado emocional de alguém.

Tem casos em que idosos começam a não se interessar por coisas habituais, a não armazenar as informações, que podem ser confundidos com uma demência, mas é depressão. Quando esse quadro é corretamente tratado, a pessoa volta ao normal.

Tratamento
O tratamento deve associar psicoterapia e medicamentos. Os sintomas podem durar a vida toda se a depressão não for identificada e tratada.

Realize agora uma série de testes desenvolvidos por especialistas da área de saúde e avalie gratuitamente o seu bem-estar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ