Clínica Geral

29/10/2014 11:09 - Atualizado em 30/11/2016 10:45

Conheça e adote 6 dicas para a prevenção do AVC

Entender e evitar os fatores de risco é essencial para a prevenção do AVC

POR

Redação

  • +A
  • -A

O AVC (Acidente Vascular Cerebral), popularmente conhecido como derrame cerebral, consiste no entupimento ou no rompimento de vasos sanguíneos cerebrais. Como as células cerebrais não se regeneram e tampouco há tratamento que consiga recuperá-las, pode ocorrer o surgimento de sequelas, principalmente quando há demora no socorro médico.

Por isso, conhecer os fatores de risco e entender o que contribui para a prevenção do AVC é fundamental para evitar o problema e suas possíveis complicações. Em referência ao Dia Mundial de Combate ao AVC, celebrado em 29 de outubro, reunimos algumas dicas que vão ajudar você a se prevenir da doença.

prevencao-do-avc

Primeiro passo para a prevenção do AVC

A prevenção do AVC está diretamente ligada ao combate aos fatores de risco que são capazes de desencadear o problema. Em geral, há semelhança com os hábitos e doenças relacionados ao ataque cardíaco. Veja o que pode levar ao derrame:

- Colesterol elevado

- Tabagismo

- Consumo de álcool

- Sobrepeso

- Estresse elevado

- Hipertensão arterial

- Diabetes

- Doenças cardíacas

- Sedentarismo

- Histórico familiar.

Prevenção do AVC em 6 dicas

A única forma de prevenir o derrame cerebral é estar atento aos fatores de risco e trabalhar para combatê-los. Realizar exames periódicos e manter um acompanhamento médico regular também é uma atitude que interfere positivamente para evitar o surgimento do problema. Para um comportamento saudável, adote essas 6 dicas:

1. Alimente-se de forma equilibrada

Faça isso reduzindo o consumo de açúcar, de gordura, de sal e de bebidas alcoólicas. Além disso, dê preferência para frutas, legumes e vegetais. Um prato colorido e rico em nutrientes só favorece a sua saúde.

2. Controle o nível do colesterol

É importante fugir do colesterol alto e manter o índice abaixo de 200. Pode ser necessária a ingestão de medicamentos para alcançar o equilíbrio ideal. Procure um médico para entender se existe essa necessidade no seu caso específico. Nunca pratique a automedicação.

3. Fique atento à pressão arterial e à glicose no sangue

Hipertensão e diabetes são doenças que exigem tratamento e precisam de acompanhamento médico permanente, a fim de evitar complicações.

4. Não fume

Abandonar o hábito do tabagismo é um dos primeiros passos para quem quer levar uma vida mais saudável. O cigarro contém uma infinidade de substâncias tóxicas e potencialmente danosas ao organismo. Portanto, quanto antes você conseguir parar, melhor.

Existem grupos de ajuda que prestam um excelente apoio a quem deseja abandonar o vício e não consegue. Não tenha receio de procurá-los para a prevenção do AVC: sua saúde está em jogo.

5. Pratique exercícios físicos regularmente

Além de combater o sedentarismo, a prática de esportes ou atividades aeróbicas contribui de forma definitiva para a redução de peso. Os benefícios à saúde não se restringem à prevenção do AVC e podem incluir melhorias na capacidade cardiorrespiratória, por exemplo.

Comece aos poucos e vá aumentando a intensidade do exercício de forma gradativa. Lembre-se: a atitude de abandonar o sedentarismo depende apenas de você.

6. Reduza o nível de estresse

Encontrar meios de diversão e de alívio da ansiedade e do estresse diário é uma maneira inteligente de prevenir o AVC. Descubra novos lazeres, passe mais tempo com a família, cultive novas e velhas amizades e invista no bom humor.

Tipos de AVC

O acidente vascular cerebral é dividido em dois tipos, dependendo da natureza da lesão nos vasos sanguíneos. O acidente vascular isquêmico é a ocorrência mais comum. Ele consiste na oclusão de um vaso sanguíneo, interrompendo o fluxo de sangue em uma área específica do cérebro, o que interfere no funcionamento neurológico da região afetada.

Já o acidente vascular hemorrágico provoca uma hemorragia (sangramento) no local lesionado, ocasionando o aumento da pressão intracraniana e o inchaço cerebral.

Que tal começar a prevenção do AVC agora mesmo? Cuide da sua saúde e deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
avc
acidente vascular cerebral
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ