Clínica Geral

11/10/2015 02:43 - Atualizado em 11/11/2016 03:18

Conheça 4 causas da obesidade e leve uma vida saudável

Mais de 50% dos brasileiros estão acima do peso, segundo pesquisas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) apontam que mais da metade da população brasileira (56,9%) está acima do peso. As causas da obesidade envolvem fatores genéticos, psicológicos, ambientais e, em alguns casos, até sociais. Sedentarismo e padrões alimentares inadequados são grandes influenciadores do problema.

Para se ter um comparativo, o percentual de adultos com sobrepeso era de 43% da população, em 2006, de acordo com o Ministério da Saúde. Conheça os perigos que estão por trás disso e veja como evitá-los.

mulher comendo hambúrguer, uma das causas da obesidade

Índices de obesidade no Brasil

A Organização Mundial da Saúde (OMS) avalia a obesidade como um dos maiores problemas de saúde no cenário mundial. A projeção do órgão é de que, até 2025, 2,3 bilhões de adultos tenham sobrepeso e 700 milhões sejam obesos.

Segundo o Mapa da Obesidade, criado pela Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), a Região Sul possui a maior incidência de obesos adultos no Brasil, chegando a 56,08%. Já o excesso de peso infantil é de 35% para crianças entre 5 e 9 anos de idade e de 25,6% para jovens dos 10 aos 19 anos.

Em seguida, está a Região Sudeste, com um índice de 50% de obesos adultos. Em último lugar está a região Nordeste, com 44,45% de adultos com excesso de peso.

Saiba Mais
Tratar comida como recompensa leva ao sobrepeso infantil
Descubra por que hipotireoidismo engorda e combata a doença
Sedentarismo e lanches prontos deixam as crianças obesas

Em 2011, o Ministério da Saúde lançou o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), que prevê o acompanhamento de pessoas que sofram com excesso de peso ou obesidade. Junto a esse programa, outras iniciativas foram criadas com o objetivo de conter o crescimento da proporção de adultos com o problema.

Uma das maneiras mais simples de identificar a obesidade é através do cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). A pessoa deve dividir o peso pela altura elevada ao quadrado. O padrão criado pela OMS considera os valores entre 18,4 e 24,9 normais. Entre 25 e 29, há sobrepeso. Valores acima disso são vistos como obesidade.

4 causas da obesidade

1. Sedentarismo

A falta de atividades físicas na rotina é uma das grandes vilãs. Ficar horas em frente ao computador ou assistindo à TV são hábitos ruins, que tendem a contribuir para a obesidade. Cerca de 30 minutos de atividades diárias são suficientes para melhorar a qualidade de vida e manter o corpo em forma.

2. Má alimentação

Produtos industrializados, gordurosos e pobres em nutrientes são a receita ideal para o sobrepeso. Segundo o Ministério da Saúde, apenas 22,7% da população brasileira ingere a porção diária de frutas e hortaliças recomenda pela OMS. O consumo excessivo de gordura saturada também é um grande vilão, acompanhado pelos refrigerantes.

3. Genética

Estudos comprovam que fatores genéticos influenciam no desenvolvimento da obesidade. Especialmente quando pai e mãe são obesos, o risco de a criança vir a enfrentar o excesso de peso é bastante significativo. Nesses casos, é importante ter um acompanhamento profissional desde os primeiros anos da criança.

4. Disfunções endócrinas

Há pessoas que culpam algum problema de saúde pelo ganho de peso, como disfunções na glândula tireoide. Isso existe, de fato, mas geralmente essas condições vêm acompanhadas por maus hábitos. Consultas regulares com um médico endocrinologista são necessárias para avaliar o quadro.

Qual dessas causas da obesidade mais preocupa você? O que você tem feito para combater esse problema? Conte para nós! E aproveite para conferir dicas de saúde e alimentação aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
sedentarismo
má alimentação
sobrepeso
PNS

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ