Clínica Geral

26/12/2014 09:34 - Atualizado em 10/12/2016 01:57

Confira dicas para controlar ansiedade na terceira idade

Ansiedade pode levar o idoso a desenvolver doenças e precisa ser combatida de forma precoce.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Controlar ansiedade não é fácil. Quando se atinge uma idade mais avançada, o processo parece ainda mais complicado. Devido ao alerta constante, a atenção focada em questões específicas e estresse demais, os idosos tendem a ficar ansiosos por motivos que, a principio, não deveriam causar tantos transtornos. As crises podem atingir casos de medos irracionais, instabilidade emocional e descontrole.

Funcionando como uma espécie de reação ao estresse diário, a ansiedade surge como um sentimento que incomoda sem uma razão aparente, provocando dispersão, tremedeiras, desconforto e, até mesmo, depressão.

Na terceira idade, é comum desenvolver o Transtorno de Ansiedade Generalizada, quando controlar ansiedade é ainda mais difícil, porque ela se torna uma patologia que deixa a pessoa incapaz de realizar atividades que antes eram normais.

controlar ansiedade

Controlar ansiedade é vital quando ela se torna doença

Pessoas idosas ficam estressadas com maior frequência. Seja pela falta de atividade após a aposentadoria ou pelas condições físicas que acompanham diabetes, problemas cardíacos e depressão, é necessário um tratamento para controlar ansiedade quando ela se torna um transtorno generalizado.

No modo patológico da ansiedade, o problema tem uma duração maior e mais intensa. Ela é agravada pela preocupação em excesso que foge do controle e acaba se tornando irracional.

Nesse ponto, a condição caracteriza-se pelo medo de que, se as coisas não forem bem organizadas, projetadas e executadas, tudo pode acabar em um problema perturbador. No entanto, a doença não é normal para a velhice - o que preocupa por requerer paciência e cuidado na hora de tratar.

Os sintomas em idosos ansiosos

A ansiedade pode ser percebida quando o idoso se mostra desorientado, esquecendo fatos e datas e não conseguindo manter a concentração. Além disso, é comum aparecerem dores nos músculos, na cabeça, tonturas, insônia, dificuldade para dormir, fadiga, tremores, formigamento dos membros, falta de ar, transpiração em excesso, náuseas e problemas no intestino.

Outro problema que torna difícil controlar ansiedade em idosos é a irritabilidade. Eles se mostram com medo do convívio social, ficam tensos o tempo todo e podem desenvolver quadros depressivos. Se os sinais se mostrarem frequentes por um período de seis meses, a patologia pode estar se agravando. É importante buscar auxílio médico.

Tratamento para controlar ansiedade em idosos

Não existe um único tratamento disponível para controlar ansiedade nas pessoas da terceira idade. Os mais utilizados, no entanto envolvem psicoterapia e medicação. A eficiência depende muito do idoso e da sua cooperação com o médico terapeuta.

Procurar a terapia cognitivo-comportamental pode ser o passo mais importante no tratamento da ansiedade. No cuidado cognitivo, é trabalhado o entendimento de como é possível alterar os padrões de pensamento que causam impactos no medo e descontrole.

Na parte comportamental, o idoso é auxiliado a desenvolver reações aos quadros ansiosos, melhorando a perspectiva com que se lida contra o problema. Apesar de demorada, a terapia é a que melhor traz resultados, por capacitar a pessoa a mudar os pontos de vista sobre a vida e as causas da ansiedade.

Medicamentos também podem complementar o tratamento terapêutico. Através da administração de antidepressivos, as funções orgânicas passam a trabalhar a favor do processo de controle da ansiedade. Porém, somente devem ser recomendados pelo médico.

Praticar exercícios é uma forma de evitar desenvolver a ansiedade na terceira idade. Yoga, caminhadas e atividades que distraiam a mente podem evitar a preocupação desnecessária e auxiliar na recuperação daqueles que já foram afetados.

Agora que já sabe o que a ansiedade causa, que tal controlá-la? Deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
terceira idade
saúde do idoso
ansiedade
saúde mental

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ