Clínica Geral

12/07/2014 07:00 - Atualizado em 06/12/2016 11:14

Check-up para todos: crianças, homens e mulheres. Quais exames fazer?

Check-up deve ser feito com regularidade em todas as fases da vida.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com saúde não se brinca. Você não pode se descuidar do organismo e, sempre que notar algo estranho, deve procurar um médico. Mas de tempos em tempos, um check-up completo é fundamental, mesmo sem um motivo aparente.

Check-up para todas as idades

O check-up é uma avaliação ampla da saúde de uma pessoa, considerando a sua idade, gênero e seus hábitos, além de antecedentes e características individuais, ambientais, profissionais e familiares. Ele pressupõe a abordagem de diversos aspectos da saúde mental e física do indivíduo.

Algumas doenças são assintomáticas, e outras têm sintomas que se manifestam apenas quando estão em estágio mais avançado. Por isso, exames especializados são importantes. 

Dicas para o check-up

O check-up geralmente é associado à terceira idade, mas ele é recomendado para pessoas de todas as idades. A primeira dica é que você tenha um médico de sua confiança, que conheça bem o seu histórico de ocorrências médicas.

A confiança no doutor é fundamental, pois você precisará seguir à risca as suas recomendações – de nada adianta estabelecer metas de comportamento se elas não são cumpridas.

Marque um check-up pelo menos uma vez por ano e procure avisá-lo antes. Assim ele poderá requisitar algum exame específico para avaliar melhor a sua condição. Mesmo que ele não tenha pedido, leve exames anteriores - talvez possam auxiliar no diagnóstico. Mulheres, por exemplo, devem levar mamografias já realizadas.

Exames recomendados no check-up

Os exames que serão feitos para um check-up vão depender tanto do histórico do paciente quanto de sua idade:

Infância 

O primeiro exame é o teste do pezinho, realizado ainda na maternidade. Ele pode antecipar a existência de alguma doença, portanto é muito importante esse diagnóstico precoce para que o tratamento seja iniciado o quanto antes, evitando complicações.

Se os avós da criança possuem colesterol elevado, é necessário que esta, logo aos dois anos de idade,  faça exame de hipercolesterolemia. Se não há antecedentes, ele pode ser feito pela primeira vez entre os 5 e 10 anos de idade.

Adolescência

Nessa fase, o ritmo de crescimento de uma pessoa se acelera de maneira bastante acentuada. Por isso, são indicados exames que podem detectar deficiência de ferro e verificar os níveis de vitamina D, para garantir um crescimento saudável.

Também observa-se se os fígados e rins estão funcionando corretamente, além de averiguar a função da tireoide e possíveis tendências a alterações da glicose ou insulina, perfil lipídico e hormônios. E o coração também merece atenção nessa idade, com teste ergométrico e eletrocardiograma, especialmente naqueles jovens que praticam esportes com regularidade.

Fase adulta

Já adultos entre os 20 e 39 anos, que costumam deixar os exames para depois, precisam fazer, em geral, os mesmos da adolescência, e eventualmente raio X do tórax e ultrassom do abdômen. Mulheres precisam também de ultrassom de mamas, transvaginal e Papanicolau, sem contar outros procedimentos relacionados à gestação, se for o caso.

A partir dos 40 anos de idade, esses mesmos exames devem ser feitos anualmente, acrescentando à lista o exame de próstata, no caso dos homens, e mamografias, no caso das mulheres.

Por fim, atletas e futuros atleta, além de todos os exames indicados acima, precisam avaliar com maior cuidado a sua capacidade cardiovascular e pulmonar. A indicação são ecocardiogramas, eletrocardiogramas e testes ergométricos de esforço.

E aí, gostou do texto ? Deixe seu comentáiro e compartilhe sua experiência!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ