Clínica Geral

11/08/2014 09:00 - Atualizado em 18/01/2017 11:26

Aprenda como tratar e prevenir a espinha interna

Espinha interna pode gerar desconforto maior do que a externa.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A espinha interna pode causar ainda mais desconforto do que a acne normal. Descubra as causas desse problema e os tipos de tratamento que você pode fazer em casa para combatê-lo.

Causas da espinha interna

Além de ficar por baixo da pele, a espinha interna é ainda mais dolorida do que a espinha externa. Ela é causada pela inflamação das glândulas sebáceas e se espremidas podem gerar um incômodo ainda maior. Segundo dermatologistas, a acne pode ter origem de uma lesão interna endurecida e mais profunda, ficando inflamada e com sebo dentro.

Espinha interna
Espinha interna causa desconforto e não deve ser espremida. Foto: Shutterstock

É interessante saber que elas se formam por causa da grande produção das glândulas sebáceas. Isso pode ser provocado pela ação dos hormônios andrógenos, no caso das mulheres, e pela testosterona, quando se trata dos homens, ou ainda pode ser causada pelas bactérias que ficam na parte interna da pele em torno dos pelos, os chamados folículos pilosos.

Tratamentos

O mais indicado é procurar um profissional dermatologista para que ele identifique o problema e recomende remédios que possam tratar do problema. Além disso, você pode tomar alguns cuidados para ajudar no processo para secar a espinha interna e evitar que ela cause maior desconforto.

Entre as principais dicas, estão a limpeza da área que está a acne com um sabonete antisséptico 3 vezes por dia, removendo assim as impurezas da pele. Depois, use um hidratante com fator de proteção solar, para que os raios ultravioleta não deixem a pele marcada na região. Você ainda pode aplicar um creme para acne de sua preferência antes de dormir. E por último, evite o uso de maquiagem e outros produtos cosméticos no local afetado.

A alimentação também é muito importante para prevenir a espinha interna. Evite a ingestão de alimentos com grande quantidade de gorduras e açúcares, pois eles aumentam a produção das glândulas sebáceas.

Como tirar espinha interna em casa

Como a espinha interna tem uma estrutura mais complexa, ela demora bastante tempo para sair e chegar até a superfície da pele. Por isso, não é indicado que você tente espremer ela, até porque não terá resultado em tirar e ainda pode acabar se machucando ou deixando o rosto marcado. Não se deve mexer em nenhum tipo de espinha, pois ela pode inflamar e deixar um aspecto feio, além de demorar mais tempo para sair.

Uma dica prática contra a espinha interna e que você pode fazer em casa é usar o chá preto. O método já foi testado e funciona mesmo, basta aplicar uma compressa do chá morno sobre a espinha e deixar agir por cerca de 20 minutos, 2 vezes por dia. As propriedades contidas no chá preto vão aliviar a inflamação e fazer com que a espinha murche, sem agredir a sua pele.

Outro tratamento caseiro que você pode fazer é a aplicação de gotas de óleo essencial de Tea Tree, mais conhecido como Malaleuca. Coloque o produto natural sobre a região da espinha de 3 a 4 vezes por dia, até que ela suma completamente.

Leia mais:

5 tratamentos para ruga na testa

Dicas de produtos para limpeza de pele

Leite de amêndoas evita envelhecimento da pele

Aprenda como tirar manchas do rosto em casa

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ