Clínica Geral

03/08/2015 03:36 - Atualizado em 03/12/2016 05:40

Análise dos telômeros indica velocidade do envelhecimento

O exame avalia se a pessoa está envelhecendo normalmente, podendo evitar o desenvolvimento precoce de doenças.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um novo teste genético foi desenvolvido para ajudar na prevenção de problemas de saúde que podem surgir com o avanço da idade. O exame analisa os telômeros, sequências repetitivas de DNA presentes nas extremidades de todos os cromossomos humanos, que ficam mais curtos a cada divisão de uma célula.

A partir da avaliação do encurtamento das estruturas, o teste promete mostrar se a pessoa está envelhecendo mais rápido que o indicado para a sua idade. Isso pode indicar maiores riscos de ter doenças como diabetes e câncer.

telomeros

Entenda o que são telômeros

Eles possuem a função de proteger e separar os cromossomos, como uma capa de proteção. Em cada célula humana existem 23 pares de cromossomos e, portanto, 92 telômeros (um em cada extremidade de 46 cromossomos). Sempre que uma célula se divide, o que é parte do ciclo natural da vida, eles ficam menores.

O teste genético que mede o tamanho das estruturas é feito através de exame de sangue, de onde é extraída a célula - um glóbulo branco - para estudo do cromossomo. Por meio de uma metodologia de alta sensibilidade, é possível analisar a extensão dos telômeros. O procedimento é indicado ao público adulto, pois a idade celular só pode ser vista num organismo maduro.

A medição deve ser requisitada por um médico, geralmente das áreas de geriatria, nutrologia, endocrinologia e dermatologia. Com o resultado do exame, o especialista compara o índice de telômeros de um paciente com o índice médio de uma população da mesma faixa etária.

Quando a medição fica abaixo da média, são realizados exames complementares ou indicadas algumas mudanças no estilo de vida da pessoa.

A técnica ainda é recente e usada basicamente para identificar o nível de envelhecimento e casos de doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer. Ela ainda está em estudo para comprovar sua eficiência para outros problemas de saúde, como depressão e estresse pós-traumático.

Apesar de o encurtamento dos telômeros a cada divisão celular ser parte do ciclo natural da vida, outros fatores contribuem para o adiantamento desse processo e, consequentemente, do desenvolvimento de problemas. Os hábitos adotados durante os anos influenciam diretamente a forma e rapidez com que o organismo envelhece.

Sabendo que essas estruturas estão menores do que é considerado normal para sua idade, uma pessoa pode adotar mudanças no estilo de vida, como fazer mais exercícios e evitar a obesidade. Assim, previne doenças associadas ao envelhecimento.

telomeros

Conquiste um envelhecimento saudável

Alimentação desequilibrada, sedentarismo e abuso de álcool podem não apresentar grandes problemas no momento em que são cometidos, mas as consequências desses hábitos no longo prazo são graves, devido ao desgaste do organismo. Por isso, para garantir um envelhecimento saudável, é preciso adotar mudanças desde cedo.

Alimentação equilibrada

Para manter uma dieta saudável, é indicado fazer entre cinco e seis refeições por dia, comendo alimentos variados e evitando o excesso de gorduras, açúcares e sódio. Não esqueça de beber no mínimo dois litros de água.

Atividades físicas

Praticar exercícios regularmente ajuda a manter a saúde do corpo e da mente, além de diminuir os efeitos do envelhecimento, que promove perdas naturais de massa muscular e mobilidade das articulações.

Consultas preventivas

Outro fator importante para envelhecer com saúde é consultar um médico periodicamente para fazer as avaliações e exames indicados em cada fase da vida.

Como você definiria seu estilo de vida? Você acredita que esteja envelhecendo bem? Deixe um comentário! E aproveite para conferir mais dicas de saúde e bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
envelhecer
estilo de vida
genética
hábitos saudáveis

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ