Clínica Geral

07/07/2015 04:02 - Atualizado em 13/11/2016 09:14

Agrotóxico dos alimentos pode causar câncer

Segundo relatórios da OMS, o glifosato pode contribuir no desenvolvimento da doença.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O Brasil é o país que mais consome agrotóxico no mundo, segundo relatório do Instituto Nacional de Câncer (INCA). Essas substâncias são utilizadas para trazer benefícios para a alimentação, ajudando a aumentar a produção e combater as pragas.

No entanto, a Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta para um herbicida chamado glifosato, o mais consumido no mundo. Segundo o órgão, ele é um possível causador de câncer. Alguns estudos ainda estão sendo feitos e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) avalia o caso para decidir se o produto será ou não banido no país.

Como é feito o uso de agrotóxico

Agrotóxicos são agentes de processos físicos, químicos ou biológicos, utilizados para produção, armazenamento e beneficiamento de produtos agrícolas. As substâncias usadas, também chamadas de herbicidas, pesticidas e praguicidas, agem alterando a composição da flora ou da fauna, protegendo contra pragas consideradas nocivas.

Os agrotóxicos são usados há muitos anos no Brasil, que se tornou o maior consumidor dessas substâncias no mundo. Em 2009, o país ultrapassou a marca de 1 milhão de toneladas. Esses números dão ainda mais força para as discussões sobre os riscos que o agrotóxico pode trazer para a saúde.

agrotoxico

Existem diferentes tipos de agrotóxico, mas o glifosato, herbicida mais consumido no mundo, foi apontado em relatório da OMS como possível causador de câncer. O produto está sendo alvo de discussões e pode ser proibido no Brasil. A reavaliação toxicológica da substância e decisão de banimento cabe à Anvisa, que está fazendo análises.

O Ministério Público Federal (MPF) cobra um posicionamento com urgência, mas, até o momento, o produto continua em circulação e as opiniões ficam divididas. Médicos se preocupam com o risco à saúde da população brasileira, enquanto defensores da substância alegam que não há comprovação suficiente sobre os malefícios. Eles garantem que não há riscos.

O agrotóxico glifosato é utilizado na agricultura mundial em produtos como soja, trigo, arroz, milho, uva, banana, cacau e café, entre outros.

Em busca de uma alimentação segura

Todos os produtos utilizados nos alimentos passam por uma série de estudos e testes para garantir a proteção da saúde humana e também do meio ambiente. Mas, com tantas fontes divergindo opiniões, fica difícil saber quais opções são mesmo seguras.

Uma maneira de ter mais segurança é optar por orgânicos, que utilizam técnicas que respeitam o meio ambiente e visam à qualidade do alimento em todos os seus processos de produção. Com isso, não são utilizados qualquer tipo de agrotóxico ou outras substâncias artificiais que alterem a estrutura da comida e tragam riscos para a saúde.

Na produção de frutas, verduras e legumes orgânicos, são usados apenas sistemas naturais para combater pragas e fertilizar o solo. Por esse motivo, os alimentos acabam se tornando mais saudáveis e até mesmo mais saborosos. Além disso, esse tipo de produção respeita o meio ambiente, evitando a contaminação de solo, da água e da vegetação.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir mais dicas de saúde e bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
alimentos orgânicos
glifosato
pesticida
risco de câncer

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ