Clínica Geral

25/06/2014 09:00 - Atualizado em 05/12/2016 09:08

Adeus à caspa: dicas para eliminar o problema

Caspa tem maior incidência no inverno devido aos banhos quentes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A caspa é um dos problemas mais usuais quando o assunto é couro cabeludo. Poucos sabem, mas todos nós, homens e mulheres, sofremos desse mal. A caspa aparece devido à descamação da pele do couro cabeludo - assim como em todo nosso corpo, a pele da cabeça se renova constantemente, para que se mantenha sempre saudável.

Como se forma a caspa

Foto: ShutterstockFoto: Shutterstock

Essa renovação de pele geralmente é invisível, mas depende muito do tipo do couro cabeludo, se corresponde a seco ou oleoso. No caso de ser tipo seco, a caspa se caracteriza por pontos soltos e visíveis. Por outro lado, se for do tipo oleoso, a caspa fica presa junto ao couro cabeludo devido ao excesso de sebo.

Não dá para xingar demais a caspa, pois se trata de um componente natural do organismo. A pele humana é formada por camadas, dentre as quais estão a epiderme, a derme e a hipoderme. Elas protegem o corpo com relação aos perigos que estão dispersos no meio ambiente. Além disso, acabam evitando a perda excessiva de água corporal e protegendo contra irritações ou infecções.

A maior incidência de caspa ocorre nos homens, porque sua pele costuma ser mais oleosa e seborreica. Apresenta-se com maior frequência em indivíduos de 22 a 40 anos de idade e se mostra mais presente durante o inverno, devido aos banhos quentes e demorados. Lembre-se: a caspa não é contagiosa e nem é considerada uma doença.

Causas da caspa

A caspa normalmente se agrava com a presença de um fungo, o Malassezia. Ele está presente naturalmente na pele, porém costuma aparecer em decorrência da disfunção das glândulas sebáceas do couro cabeludo. Resumindo, a caspa consiste na eliminação em massa das células mortas do couro cabeludo em menor tempo. Contribuem para essa descamação do couro cabeludo: 

- Alterações psicológicas, estresse, cansaço, depressão, angústia; 

- Uso inadequado de produtos para a higienização dos cabelos, como o condicionador não apropriado;

- Variação de temperatura;

- Alimentação contendo comidas muito gordurosas ou ricas em carboidratos (arroz, pão branco e massas);

- Abuso do álcool;

- Exagero ao usar o secador;

- Excesso de exposição ao sol;

- Banho muito quente;

- Algumas alergias, como, por exemplo, à lactose.

Cura para a caspa

O problema da caspa, na medicina, é chamado de dermatite seborreica. Não tem "cura", mas pode ser controlada. Para tratá-la, você precisará de tempo, boa vontade e comprometimento ao seguir algumas orientações:

- Evite banhos quentes - prefira água fria ou morna;

- Escove bem os cabelos antes de lavá-los para que a oleosidade se transporte da raiz para as pontas;

- Lave os cabelos e o couro cabeludo diariamente ou em dias alternados;

- Massageie o couro cabeludo de forma a ativar a circulação;

- Aplique condicionador somente na ponta dos fios; 

- Jamais use o secador quente e direto no couro cabeludo;

- Ao usar xampu ou produto próprios para a caspa, saiba que a maioria deles resseca o cabelo, então reflita se prefere a caspa ou o cabelo ressecado.

Você também sofre com caspas? Se você conhece outros métodos eficazes para evitá-las, não deixe de nos contar.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ