Clínica Geral

31/05/2015 09:32 - Atualizado em 04/12/2016 11:57

Adesivos de nicotina funcionam? Tire suas dúvidas e pare de fumar

Uso dos adesivos deve ser gradativo, de acordo com a necessidade do paciente.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Largar o hábito do cigarro não é tarefa fácil. A exposição do organismo à nicotina provoca dependência física e também psicológica, pois a substância causa mudanças neuroquímicas no fumante. Para quem deseja parar de fumar, os adesivos de nicotina são uma opção para diminuir gradativamente o vício.

Eles fornecem um fluxo constante e controlado de nicotina para o organismo durante 24 horas. Assim, ajudam a controlar a dependência ao longo do dia. Seu uso libera doses da substância sem os componentes mais prejudiciais do cigarro, como o alcatrão e o monóxido de carbono.

Saiba mais sobre os adesivos de nicotina e conheça outras alternativas para inibir o desejo de fumar.

adesivos-de-nicotina

Como os adesivos de nicotina funcionam

Os adesivos de nicotina são colocados sobre a pele em qualquer parte do corpo. As etiquetas liberam nicotina de forma ininterrupta durante 24 horas, com um pico de absorção entre quatro e nove horas após o contato com a pele. Com isso, ajudam a reduzir as crises de abstinência, e seu uso decrescente auxilia no processo para parar de fumar.

Um estudo realizado em 2008 pelo Banco de Dados da Cochrane Collaboration, associação mundial não governamental de profissionais e pesquisadores de saúde no Reino Unido, apontou que pessoas que usam os adesivos de nicotina conseguem alcançar a abstinência total do cigarro após seis meses.

Veja a seguir dicas de como usar os adesivos:

- Cole as etiquetas em locais sem pelos, oleosidade ou dobras de pele

- Passe um algodão com álcool na pele antes de colocar o adesivo para tirar a oleosidade da região

- Tome banho sem se preocupar, pois o adesivo não solta facilmente

- Não use a etiqueta em regiões com pele irritada ou com lesões

- Após o uso, verifique se jogou o adesivo longe do alcance de crianças e animais

- Ao utilizar adesivos de nicotina, evite fumar a mesma quantidade de cigarros que você fumava normalmente para evitar uma superdose da substância no organismo

- Evite ultrapassar o prazo de 24 horas para a troca do adesivo.

Você encontra os adesivos de nicotina nas farmácias. O ideal é que você seja orientado por um médico para que ele trace um plano e escolha o melhor método para o seu caso.

Métodos alternativos para largar o cigarro

Os adesivos de nicotina não são os únicos a atuar na inibição do desejo pelo cigarro. Você ainda pode consumir chicletes e pastilhas com a substância diariamente, sempre com orientação médica.

Chiclete de nicotina

A nicotina presente nos chicletes é liberada durante a mastigação. A substância é absorvida diretamente pela mucosa bucal ou ao longo da digestão.

Ao contrário da goma de mascar comum, o chiclete deve ser mastigado com força logo no início, e em seguida deve ser colocado entre a gengiva e a lateral da bochecha. Após cerca de 30 minutos, ele deve ser descartado.

Esse método pode causar náuseas, irritação na boca e até mesmo uma intoxicação por uso excessivo, caso você continue fumando enquanto recorre aos chicletes.

Pastilhas de nicotina

Ao contrário dos adesivos e do chiclete, a pastilha se dissolve na boca e libera nicotina para ser digerida e absorvida na mucosa bucal.

O ideal é colocar as pastilhas embaixo da língua, o que resulta na absorção de cerca da metade da nicotina de um cigarro. Os efeitos colaterais podem incluir náuseas, irritação da mucosa da boca e até mesmo ulceração nas gengivas de algumas pessoas.

adesivos de nicotina

Se você parar de fumar, irá contribuir não só para sua saúde, mas também para os números de fumantes no Brasil. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o número de brasileiros acima de 18 anos que fumam caiu pelo menos 20% desde 2006.

Segundo pesquisa da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2012, 12% da população brasileira fumava, enquanto seis anos antes o índice era de 15%.

O que você está esperando para largar o cigarro? Conte para nós! E aproveite para conhecer nosso especial sobre o assunto, mais uma novidade do Vivo Mais Saudável.

TAGS
cigarro
vício
chiclete de nicotina
pastilha de nicotina

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ