Clínica Geral

10/11/2015 10:40 - Atualizado em 23/11/2016 08:40

10 dicas: Saiba o que fazer para o soluço ir embora

O soluço infantil pode ser causado por oscilações na temperatura ambiente.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Ele incomoda e pode aparecer nos momentos mais estranhos. O soluço é provocado por espasmos do diafragma e acontece em qualquer idade. Só que as crises, em alguns casos, podem ser sintoma de doenças.

Existem muitas receitas caseiras para controlar um ataque desses, que são ensinadas de geração em geração. Será que elas realmente funcionam? Confira a seguir.

mulher com soluço

Soluço é mais comum em bebês

O soluço é provocado por um espasmo do diafragma, músculo relacionado à respiração e localizado próximo ao abdômen. A reação é acompanhada simultaneamente pelo fechamento da glote, o que prejudica a passagem de ar para os pulmões e produz o som característico.

As causas são normalmente benignas e podem estar relacionadas a mudanças de temperatura, mas também a vícios prejudiciais, como alcoolismo e tabagismo. Em casos de crises longas e persistentes, fique de olho: os espasmos podem indicar doenças. As principais são problemas relacionados ao sistema nervoso central, ao metabolismo e ao estresse.

Segundo Cristina Targa, vice-presidente da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), os bebês estão sujeitos a crises mais frequentes de soluço, já que o sistema nervoso ainda imaturo não controla adequadamente o diafragma. “No bebê é manifestação comum, que surge nas primeiras semanas de vida”, comenta.

Por ser um sintoma comum em várias fases da vida, o soluço é pouco identificado como traço de doença. Nos casos mais graves, porém, ele pode indicar refluxo gastroesofágico. “Mas não é o que mais comumente ocorre”, tranquiliza a médica.

Sem tratamento específico, o espasmo costuma desaparecer sozinho. “No caso de crianças maiores e adultos, existem várias manobras caseiras que podem auxiliar a passar”, lembra Cristina. Brincadeiras como o famoso susto são boas ideias para diminuir os efeitos dos espasmos. “Como é um estímulo que começa, qualquer estímulo pode terminar com ele também”, explica.

Saiba Mais
Dengue na gravidez pode infectar o bebê
Ataques por alergia alimentar podem ter consequências sérias
Asfixia exige atendimento rápido: Conheça os primeiros socorros

10 dicas para acabar com o soluço

Algumas manobras caseiras podem diminuir os ataques e garantir mais qualidade de vida. É isso mesmo! Aqueles truques ensinados de mãe para filho funcionam e devem ser levados a sério. Veja quais são os melhores para evitar crises de soluço:

1. Segure a respiração por dez segundos e relaxe

2. Mastigue e engula uma porção de miolo de pão

3. Respire com a ajuda de um saco de papel

4. Sente-se e erga os joelhos até o peito. Em seguida, incline-se sobre eles

5. Beba um copo de água tranquilamente

6. Tape os ouvidos por alguns segundos

7. Leve um susto

8. Faça uma careta e mostre a língua

9. Receba cócegas e ria bastante

10. Mexa no céu da boca com ajuda de um cotonete.

Qual dessas soluções você utiliza para se livrar do problema? Conte para nós! E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
sintoma
espasmo
sistema nervoso
bebês

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ