MEDICINA ALTERNATIVA

10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

Técnicas de Relaxamento

Métodos que auxiliam o relaxamento muscular, nervoso e mental para equilíbrio e tranquilidade.

POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

O que são técnicas de relaxamento?

Nossa sociedade veloz pode fazer com que as pessoas levem suas mentes e corpos ao limite, geralmente às custas do bem-estar mental e físico. De acordo com o Instituto da Medicina Mente-Corpo na Universidade de Harvard, entre 60% e 90% de todas as visitas a consultórios médicos nos Estados Unidos são para transtornos relacionados ao estresse. Tal estresse pode ter efeitos danosos na saúde e no sistema imunológico. Técnicas de relaxamento são ferramentas úteis para lidar com o estresse e promovem a saúde em longo prazo desacelerando o corpo e acalmando a mente. Tais técnicas geralmente envolvem: reorientação da atenção (por exemplo, observando áreas de tensão), aumento da consciência corporal e exercícios (como meditação) para conectar o corpo e a mente. Praticados diariamente, esses exercícios podem levar a uma perspectiva mais saudável em circunstâncias estressantes. De fato, mais de 3.000 estudos mostram os efeitos benéficos do relaxamento sobre a saúde e o bem-estar.

Quais são os tipos de técnicas de relaxamento?

Existem três tipos principais de técnicas de relaxamento:

  • Treinamento autógeno: Essa técnica usa imagens visuais e consciência corporal para criar estados profundos de relaxamento. Você imagina um local pacífico e então foca em diferentes sensações físicas, movendo-se de seus pés para a cabeça. Por exemplo, a pessoa pode se focar no calor e peso dos membros, respiração fácil e natural ou em frequência cardíaca calma.
  • Respiração: Com técnicas de respiração, você coloca sua mão sobre o peito e a outra sobre a barriga. Respire devagar e profundamente, puxando o máximo de ar que puder. Enquanto faz isso, sua barriga deve empurrar sua mão. Prenda sua respiração e então expire devagar.
  • Relaxamento muscular progressivo: Essa técnica envolve contrair lentamente e depois relaxar individualmente cada grupo muscular, começando com os músculos nos dedos do pé e concluindo com os músculos da cabeça.
  • Meditação: As duas formas mais populares de meditação nos EUA incluem Meditação Transcendental (os estudantes repetem um mantra, uma única palavra ou frase) e Meditação de Atenção Plena (os estudantes focam sua atenção em seus pensamentos e sensações).

Como as técnicas de relaxamento funcionam?

Quando estamos estressados, nossos corpos se envolvem no que chamamos de "reação de lutar ou fugir". A reação de lutar ou fugir se refere a mudanças que ocorrem no corpo quando este se prepara para lutar ou correr. Essas mudanças incluem aumento das frequências cardíacas, pressão arterial e frequência respiratória, e um aumento entre 300% e 400% na quantidade de sangue que é bombeado para os músculos. Ao longo do tempo, essas reações aumentam o nível de colesterol, atrapalham as atividades intestinais e debilitam o sistema imunológico. Em geral, elas nos deixam sentindo "estressados".

Contudo, nós também temos uma resposta oposta à luta ou fuga, a "resposta de relaxamento". Esse termo, cunhado em meados da década de 1970 por um cardiologista de Harvard chamado Herbert Benson, refere-se a mudanças que ocorrem no corpo quando este se encontra em profundo estado de relaxamento. Essas mudanças incluem diminuição na pressão arterial, frequência cardíaca, tensão muscular e frequência respiratória assim como sensação de estar calmo e controlado. Aprender a resposta de relaxamento ajuda a combater os efeitos nocivos da reação de lutar ou fugir, ao longo do tempo, permite o desenvolvimento de um maior estado de alerta. A resposta de relaxamento pode ser desenvolvida através de um número de técnicas, incluindo meditação e relaxamento muscular progressivo. Hoje em dia é um tratamento recomendado para muitos transtornos relacionados ao estresse.

Use as técnicas que você aprendeu aqui: Clique e teste seu nível de estresse e ansiedade.

Quais os benefícios das técnicas de relaxamento?

Pesquisas sugerem que a meditação pode ajudar a melhorar a qualidade de vida da pessoa e reduzir o nível de hormônios do estresse.

Estudos clínicos também mostram que as técnicas de relaxamento reduzem a percepção de dor. Um estudo clínico descobriu que, entre pacientes passando por cirurgia colorretal, aqueles que ouviram a fitas de imagens mentais guiada antes, durante e depois da operação experimentaram menos dor e precisaram de menos medicamentos para a dor que aqueles que não ouviram. Outro estudo descobriu que práticas de relaxamento, como respiração profunda, relações progressivas e visualização melhoraram a resposta imunológica entre pacientes com câncer de mama.

A meditação também foi usada como parte do tratamento para estresse pós-traumático em veteranos do Vietnã e para interromper padrões de abuso de substâncias em viciados em drogas e álcool. As técnicas de relaxamento também melhoram as habilidades de enfrentamento naqueles que sofrem com enxaquecas e reduzem o estresse, assim como melhoram o humor em pacientes com câncer.

Em geral, os estudos mostram que, com prática constante, as técnicas de relaxamento podem reduzir os sintomas potencialmente ou melhorar os resultados nas seguintes condições:

  • Síndrome pré-menstrual
  • Dor
  • Síndrome do intestino irritável
  • Ansiedade
  • Infertilidade
  • Pressão arterial alta
  • Colesterol alto
  • Diabetes
  • Transtornos de pânico
  • Dor de cabeça tensional crônica
  • Fibromialgia
  • Insônia
  • Psoríase
  • Artrite
  • Hiperatividade em crianças, como o déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)

É extremamente importante que os cuidados e recomendações médicas convencionais sejam seguidos nessas condições. As técnicas de relaxamento são destinadas a complementar os cuidados médicos convencionais.

Existe alguma coisa com a qual devo estar atento?

As técnicas de relaxamento são consideradas bastante seguras. Tem havido casos incomuns onde as pessoas se tornam mais ansiosas, ao invés do contrário, ao usufruir de tais técnicas, devido à elevação da consciência das sensações corporais. Ainda mais raros são os relatos de dor, palpitações cardíacas, espasmos musculares e crises de choro associadas com o uso das técnicas de relaxamento. Quando isso acontece, geralmente está relacionado ao processo de relaxamento e de reflexão interior, de forma que as emoções se tornam agudas.

Especialistas aconselham a pessoas com esquizofrenia e outras formas de psicose (transtornos mentais que distorcem a realidade) a evitar as técnicas de relaxamento.

Posso aprender técnicas de relaxamento sozinho?

Se você deseja reduzir o estresse de forma geral e melhorar seu bem-estar, você pode aprender sozinho algumas técnicas de relaxamento. Procure por fitas de vídeo e audiobooks sobre técnicas populares, como imaginação guiada e meditação, e procure por classes comunitárias em sua região. Contudo, se você tem um transtorno, problema médico ou psicológico específico, é melhor procurar um profissional da saúde, como um psicólogo clínico, assistente social ou terapeuta de imaginação guiada que lhe ensine técnicas de relaxamento como parte de sua prática terapêutica. O seu profissional da saúde irá lhe ajudar a decidir qual método de relaxamento é melhor para você.

Onde posso encontrar um profissional qualificado?

Várias clínicas e hospitais ao redor do país possuem técnicas de relaxamento integradas a vários programas de assistência à saúde.

Conheça o Vivo Bem-Estar, um serviço desenvolvido para ajudar você a melhorar seu dia a dia com ferramentas e conselhos práticos.

Arias AJ, Steinberg K, Banga A, Trestman RL. Systematic review of the efficacy of meditation techniques as treatments for medical illness. J Altern Complement Med. 2006;12(8):817-32.

Cahn BR, Polich J. Meditation states and traits: EEG, ERP, and neuroimaging studies. Psychol Bull. 2006;132(2):180-211.

Campos de Carvalho E, Martins FT, dos Santos CB. A pilot study of a relaxation technique for management of nausea and vomiting in patients receiving cancer chemotherapy. Cancer Nurs. 2007;30(2):163-7.

Davis JM, Fleming MF, Bonus KA, Baker TB. A pilot study on mindfulness based stress reduction for smokers. BMC Complement Altern Med. 2007;7:2.

Ersser S, Latter S, Sibley A, Satherley P, Welbourne S. Psychological and educational interventions for atopic eczema in children. Cochrane Database Syst Rev. 2007;(3):CD004054.

Hassett A, Gevirtz R. Nonpharmacologic Treatment for Fibromyalgia: Patient Education, Cognitive-Behavioral Therapy, Relaxation Techniques, and Complementary and Alternative Medicine. Rheumatic Diseases Clinics of North America. 2009;35(2).

Horton-Deutsch S, O''''Haver Day P, Haight R, Babin-Nelson M. Enhancing mental health services to bone marrow transplant recipients through a mindfulness-based therapeutic intervention. Complement Ther Clin Pract. 2007;13(2):110-5.

Ikedo F, Gangahar DM, Quader MA, Smith LM. The effects of prayer, relaxation technique during general anesthesia on recovery outcomes following cardiac surgery. Complement Ther Clin Pract. 2007;13(2):85-94.

Jain S, Shapiro SL, Swanick S, et al., A randomized controlled trial of mindfulness meditation versus relaxation training: effects on distress, positive states of mind, rumination, and distraction. Ann Behav Med. 2007;33(1):11-21.

Kang DH, McArdle T, Park NJ, Weaver MT, Smith B, Carpenter J. Dose effects of relaxation practice on immune responses in women newly diagnosed with breast cancer: an exploratory study. Oncol Nurs Forum. 2011; 38(3):E240-52.

Kingston J, Chadwick P, Meron D, Skinner TC. A pilot randomized control trial investigating the effect of mindfulness practice on pain tolerance, psychological well-being, and physiological activity. J Psychosom Res. 2007;62(3):297-300.

Kissane DW, Grabsch B, Clarke DM, et al., Supportive-expressive group therapy for women with metastatic breast cancer: survival and psychosocial outcome from a randomized controlled trial. Psychooncology. 2007;16(4):277-86.

Krisanaprakornkit T, Krisanaprakornkit W, Piyavhatkul N, Laopaiboon M. Meditation therapy for anxiety disorders. Cochrane Database Syst Rev. 2006;(1):CD004998.

Kwekkeboom KL, Hau H, Wanta B, Bumpus M. Patients'''' perceptions of the effectiveness of guided imagery and progressive muscle relaxation interventions used for cancer pain. Complement Ther Clin Pract. 2008;14(3):185-94.

Lindberg DA. Integrative review of research related to meditation, spirituality, and the elderly.Geriatr Nurs. 2005;26(6):372-7.

Lovas JG, Lovas DA. Rapid relaxation--practical management of preoperative anxiety.J Can Dent Assoc. 2007;73(5):437-40.

Newmark TS, Bogacki DF. The use of relaxation, hypnosis, and imagery in sport psychiatry. Clin Sports Med. 2005;24(4):973-7, xi.

Norton PJ, Price EC. A meta-analytic review of adult cognitive-behavioral treatment outcome across the anxiety disorders. J Nerv Ment Dis. 2007;195(6):521-31.

Ott MJ. Mindfulness meditation: a path of transformation & healing. J Psychosoc Nurs Ment Health Serv. 2004;42(7):22-9.

Rakel D. Rakel: Integrative Medicine, 2nd ed. Philadelphia, PA: Saunders Elsevier, Inc. 2007;95.

Russell C, Smart S. Guided imagery and distraction therapy in paediatric hospice care. Paediatr Nurs. 2007;19(2):24-5.

Sephton SE, Salmon P, Weissbecker I, et al. Mindfulness meditation alleviates depressive symptoms in women with fibromyalgia: results of a randomized clinical trial. Arthritis Rheum. 2007;57(1):77-85.

Shannahoff-Khalsa DS. Patient perspectives: Kundalini yoga meditation techniques for psycho-oncology and as potential therapies for cancer. Integr Cancer Ther. 2005;4(1):87-100.

Sierpina V, Levine R, Astin J, Tan A. Use of mind-body therapies in psychiatry and family medicine faculty and residents: attitudes, barriers, and gender differences. Explore (NY). 2007;3(2):129-35.

Taylor DJ, Lichstein KL, Weinstock J, Sanford S, Temple JR. A pilot study of cognitive-behavioral therapy of insomnia in people with mild depression. Behav Ther. 2007;38(1):49-57.

Toneatto T, Nguyen L. Does mindfulness meditation improve anxiety and mood symptoms? A review of the controlled research. Can J Psychiatry. 2007;52(4):260-6.

Tremblay A, Sheeran L, Aranda SK. Psychoeducational interventions to alleviate hot flashes: a systematic review. Menopause. 2007; [Epub ahead of print].

Walsh R, Shapiro SL. The meeting of meditative disciplines and Western psychology: a mutually enriching dialogue. Am Psychol. 2006;61(3):227-39.

comentários

  • Naturopatia

    Especialidade de saúde com terapias e métodos naturais para o bom funcionamento do organismo e prevenção.

  • Osteopatia

    Técnicas manuais que estimulam as articulações e a capacidade de recuperação do corpo sem medicamentos e cirurgias.

  • Técnicas de Relaxamento

    Métodos que auxiliam o relaxamento muscular, nervoso e mental para equilíbrio e tranquilidade.