MEDICINA ALTERNATIVA

10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

Biofeedback

Modalidade terapêutica da fisioterapia com equipamentos eletrônicos para reabilitação.

POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

O que é biofeedback?

O biofeedback é uma técnica que treina as pessoas a melhorarem sua saúde controlando certos processos corporais que normalmente ocorrem involuntariamente, como o batimento cardíaco, pressão sanguínea, tensão muscular e temperatura da pele. Eletrodos fixados a sua pele medem estes processos e os exibem em um monitor. Por exemplo, com a ajuda de um terapeuta em biofeedback, você pode aprender a alterar o seu batimento cardíaco ou a sua pressão sanguínea. Primeiro, você utiliza o monitor para visualizar o seu progresso, mas eventualmente conseguirá obter sucesso sem o monitor ou os eletrodos. O biofeedback é uma terapia eficiente para muitas condições, mas é primariamente utilizada para tratar pressão sanguínea alta, cefaleia de tensão, enxaqueca, dor crônica e incontinência urinária.

Há tipos diferentes de biofeedback?

As três formas mais utilizadas da terapia de biofeedback são:

  • Eletromiografia (EMG), que mede a tensão muscular
  • Biofeedback térmico, que mede a temperatura da pele
  • Neurofeedback ou eletroencefalografia (EEG), que mede as ondas de atividade cerebral

Como funciona o biofeedback?

Pesquisadores não estão certos sobre como ou porque o biofeedback funciona. Entretanto, há uma ligação entre eles: a maioria das pessoas que se beneficiam com o biofeedback tem condições que surgem ou são agravadas pelo estresse. Por este motivo, muitos cientistas acreditam que o relaxamento é a chave para o sucesso da terapia de biofeedback. Quando o seu corpo está sujeito ao estresse crônico, processos internos como a pressão sanguínea tornam-se superativos. Guiado por um terapeuta em biofeedback, você pode aprender a reduzir a sua pressão sanguínea por meio das técnicas de relaxamento e exercícios mentais. Quando você é bem-sucedido, visualiza os resultados no monitor, que encoraja os seus esforços.

Você sofre de Estresse e Ansiedade? Faça o teste e veja como está seu nível.

O que acontece durante uma sessão de biofeedback?

Em uma sessão normal de biofeedback, eletrodos são fixados a sua pele. Eles enviam informações a uma pequena caixa de monitoramento que traduz as medidas em um tom que varia em um campo, um medidor visual que varia em brilho ou uma tela de computador que mostra linhas movendo-se em uma grade. O terapeuta em biofeedback, então, guia você por exercícios mentais. Por meio de tentativas e erros, você logo pode aprender a identificar as atividades mentais que trarão as mudanças físicas que você deseja.

Para o que o biofeedback é bom?

O biofeedback parece ser eficiente para uma gama de problemas de saúde. Por exemplo, mostra-se promissor no tratamento de incontinência urinária, um problema para mais de 15 milhões de americanos. Algumas pessoas escolhem o biofeedback ao invés de medicamentos por não apresentar efeitos colaterais. Com base nos resultados de estudos clínicos, a Agência de Pesquisa e Política em Saúde dos Estados Unidos recomendou a terapia de biofeedback como tratamento para a incontinência urinária. Também pode ser útil para pessoas com incontinência fecal.

Pesquisadores também sugerem que o biofeedback térmico talvez amenize os sintomas da doença de Raynaud (uma condição que causa um fluxo sanguíneo reduzido em dedos das mãos e dos pés, nariz ou orelhas) enquanto o biofeedback EMG tem reduzido dor, rigidez matinal e o número de pontos de tensão em pessoas com fibromialgia. Uma publicação de estudos clínicos científicos descobriu que o biofeedback pode ajudar pessoas com insônia a adormecerem. Outros estudos sugerem que pode até reduzir o risco de eventos cardíacos diminuindo os níveis da pressão sanguínea e reduzindo a resposta "simpática" do corpo durante momentos de estresse.

Tem problemas de insônia? Faça nosso teste de Qualidade do Sono e receba dicas para descansar mais e melhor.

O biofeedback também pode ser utilizado com eficiência em crianças. Por exemplo, foi relatado que o neurofeedback EEG (especialmente quando combinado com terapia cognitiva) melhora o comportamento e as pontuações de inteligência em crianças com distúrbio de hiperatividade e déficit de atenção (TDAH). O biofeedback, combinado com uma dieta rica em fibras, pode ajudar a aliviar dores abdominais em crianças. O biofeedback térmico ajuda a aliviar enxaquecas e cefaleia de tensão entre crianças e adolescentes.

O biofeedback também pode ser útil para os seguintes problemas de saúde:

  • Anorexia nervosa
  • Ansiedade
  • Asma
  • Autismo
  • Dores nas costas
  • Incontinência urinária noturna
  • Dor crônica
  • Constipação
  • Depressão
  • Diabetes
  • Epilepsia e distúrbios relacionados a convulsões
  • Enxaquecas e dores de cabeça
  • Ferimentos na cabeça
  • Pressão sanguínea alta
  • Dificuldades de aprendizado
  • Enjoo com movimento
  • Espasmos musculares
  • Distúrbios sexuais, incluindo dores na relação sexual
  • Ferimentos na medula espinhal

Quantas sessões serão necessárias?

Cada sessão geralmente dura menos de 1 hora. O número de sessões necessárias depende da condição a ser tratada. Muitas pessoas começam a ver resultados dentro de 8 a 10 sessões. O tratamento para dores de cabeça, incontinência e doença de Raynaud requer pelo menos 10 sessões semanais e algumas sessões de acompanhamento conforme o quadro melhora. Condições como pressão sanguínea alta, entretanto, normalmente requerem 20 sessões de biofeedback semanais antes de observar melhora. Você também aprenderá exercícios mentais e técnicas de relaxamento que podem ser aplicadas em casa por pelo menos de 5 a 10 minutos por dia.

Há riscos associados ao biofeedback?

O biofeedback é considerado seguro. Não foram relatados efeitos colaterais negativos.

Você conhece o serviço Vivo Cuidados com Diabetes? Receba dicas de alimentação, exercícios e tudo o que você precisa para cuidar melhor da sua saúde. 

Abgrall-Barbry G, Consoli SM. Psychological approaches in hypertension management. Presse Med. 2006;35(6 Pt 2):1088-94.

Andrasik F. Biofeedback in headache: an overview of approaches and evidence. Cleve Clin J Med. 2010;77(3):S72-6.

Bruehl S, Chung OY. Psychological and behavioral aspects of complex regional pain syndrome management. Clin J Pain. 2006;22(5):430-7.

Burgio KL, Goode PS, Urban DA, et al. Preoperative biofeedback assisted behavioral training to decrease post-prostatectomy incontinence: a randomized, controlled trial. J Urol. 2006;175(1):196-201; discussion 201.

Buse DC, Andrasik F. Behavioral medicine for migraine. Neurol Clin. 2009 May;27(2):445-65. Review.

Chiari L, Dozza M, Cappello A, et al. Audio-biofeedback for balance improvement: an accelerometry-based system.IEEE Trans Biomed Eng. 2005;52(12):2108-11.

Chiarioni G, Whitehead WE, Pezza V, et al. Biofeedback is superior to laxatives for normal transit constipation due to pelvic floor dyssynergia. Gastroenterology. 2006;130(3):657-64.

Ernst E. Complementary/alternative medicine for hypertension: a mini-review. Wien Med Wochenschr. 2005;155(17-18):386-91.

George R, Chung TD, Vedam SS, et al. Audio-visual biofeedback for respiratory-gated radiotherapy: Impact of audio instruction and audio-visual biofeedback on respiratory-gated radiotherapy. Int J Radiat Oncol Biol Phys. 2006;65(3):924-33.

Glick RM, Greco CM. Biofeedback and primary care. Prim Care. 2010;37(1):91-103.

Heinecke K, Weise C, Rief W. Psychophysiological effects of biofeedback treatment in tinnitus sufferers. Br J Clin Psychol. 2009 Sep;48(Pt 3):223-39. Epub ahead of print.

Hosker G, Cody J, Norton C. Electrical stimulation for faecal incontinence in adults. Cochrane Database Syst Rev. 2007;(3):CD001310.

Husmann DA. Use of sympathetic alpha antagonists in the management of pediatric urologic disorders. Curr Opin Urol. 2006;16(4):277-82.

Jensen MP, Barber J, Romano JM, Hanley MA, Raichle KA, Molton IR, et al. Effects of self-hypnosis training and EMG biofeedback relaxation training on chronic pain in persons with spinal-cord injury. Int J Clin Exp Hypn. 2009 Jul;57(3):239-68.

Kanji N, White AR, Ernst E. Autogenic training for tension type headaches: A systematic review of controlled trials. Complement Ther Med. 2006;14(2):144-50.

Labbe EE. Biofeedback and Cognitive Coping in the Treatment of Pediatric Habit Cough. Appl Psychophysiol Biofeedback. 2006;31(2):167-72.

Linden W, Moseley JV. The efficacy of behavioral treatments for hypertension. Appl Psychophysiol Biofeedback. 2006;31(1):51-63.

McGrady A. The results of biofeedback in diabetes and essential hypertension. Cleve Clin J Med. 2010;77(3):S68-71.

Mullally WJ, Hall K, Goldstein R. Efficacy of biofeedback in the treatment of migraine and tension type headaches. Pain Physician. 2009;12(6):1005-11.

Tan G, Thornby J, Hammond DC, Strehl U, Canady B, Arnemann K, Kaiser DA. Meta-analysis of EEG biofeedback in treating epilepsy. Clin EEG Neurosci. 2009 Jul;40(3):173-9.

Terra MP, Dobben AC, Berghmans B, et al. Electrical Stimulation and Pelvic Floor Muscle Training With Biofeedback in Patients With Fecal Incontinence: A Cohort Study of 281 Patients. Dis Colon Rectum. 2006;49(8):1149-59.

Tsai PS, Chang NC, Chang WY, Lee PH, Wang MY. Blood pressure biofeedback exerts intermediate-term effects on blood pressure and pressure reactivity in individuals with mild hypertension: a randomized controlled study. J Altern Complement Med. 2007;13(5):547-54.

Verhagen AP, Damen L, Berger MY, Passchier J, Koes BW. Behavioral treatments of chronic tension-type headache in adults: are they beneficial? CNS Neurosci Ther. 2009 Summer;15(2):183-205.

Woodford H, Price C. EMG biofeedback for the recovery of motor function after stroke. Cochrane Database Syst Rev. 2007;(2):CD004585.

comentários

  • Naturopatia

    Especialidade de saúde com terapias e métodos naturais para o bom funcionamento do organismo e prevenção.

  • Osteopatia

    Técnicas manuais que estimulam as articulações e a capacidade de recuperação do corpo sem medicamentos e cirurgias.

  • Técnicas de Relaxamento

    Métodos que auxiliam o relaxamento muscular, nervoso e mental para equilíbrio e tranquilidade.