10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

cCardiomiopatia hipertrófica

POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

O que é?

A cardiomiopatia hipertrófica (CH) é uma condição na qual há o aumento do músculo cardíaco. Essa hipertrofia dificulta a saída do sangue do coração forçando-o a trabalhar mais para bombear o sangue.

Causas

A cardiomiopatia hipertrófica é frequentemente assimétrica, o que significa que uma parte do coração é maior do que as outras. A condição geralmente é passada para as gerações seguintes de uma família (herdada). Acredita-se que seja um resultado de vários problemas (defeitos) com os genes que controlam o crescimento do músculo cardíaco.

Pessoas mais jovens têm mais probabilidade de ter uma forma mais grave de cardiomiopatia hipertrófica. No entanto, a condição é observada em pessoas de todas as idades.

Exames

O médico realizará um exame físico e auscultará o coração e os pulmões com um estetoscópio. Auscultar com um estetoscópio pode revelar sons cardíacos anormais ou sopro. Esses sons podem mudar de acordo com diferentes posições do corpo.

A pulsação em seus braços e pescoço também será verificada. O médico pode sentir um batimento cardíaco anormal no tórax.

Testes usados para diagnosticar a hipertrofia do músculo cardíaco, problemas com fluxo sanguíneo ou vazamento em válvulas cardíacas (regurgitação da válvula mitral) podem incluir:

  • Monitor Holter de 24 horas (monitor cardíaco)
  • Cateterização cardíaca
  • Radiografia torácica
  • ECG
  • Ecocardiografia (o teste mais comum) com ultrassom Doppler
  • Ressonância magnética do coração
  • Ecocardiograma transesofágico (ETE)

Nem todos esses testes são úteis para a avaliação de todas essas condições.

Podem ser feitos exames de sangue para descartar outras possíveis doenças.

Se você for diagnosticado com cardiomiopatia hipertrófica, o médico poderá recomendar que seus parentes consanguíneos próximos (membros da família) passem por triagem para a condição.

Clique aqui e faça seu risco cardíaco. 

Tratamento

O objetivo do tratamento é controlar os sintomas e prevenir as complicações. É possível que alguns pacientes precisem permanecer no hospital até a condição estar sob controle (estabilizada).

Se você tiver sintomas, é possível que precise de um medicamento para ajudar o coração a se contrair e a relaxar corretamente. Alguns medicamentos usados incluem betabloqueadores e bloqueadores dos canais de cálcio, os quais podem reduzir a dor no peito e outros sintomas, especialmente com exercício. Os medicamentos frequentemente aliviarão sintomas de forma que os pacientes não precisem de tratamentos mais invasivos.

Algumas pessoas com arritmias podem precisar de medicamentos antiarrítmicos. Se a arritmia for devido à fibrilação atrial, também podem ser usados anticoagulantes para reduzir o risco de coágulos de sangue.

Alguns pacientes podem ter um marca-passo permanente colocado. No entanto, os marca-passos são menos usados hoje em dia do que antigamente.

Quando o fluxo sanguíneo para fora do coração for gravemente bloqueado, pode ser feita uma operação chamada miectomia cirúrgica. Esse procedimento corta e remove uma porção da parte hipertrofiada do coração. Os pacientes que são submetidos a esse procedimento frequentemente apresentam melhora significativa. Se a válvula mitral do coração estiver vazando, pode ser feita uma cirurgia para reparar ou substituir a válvula.

Em alguns casos, os pacientes podem receber uma injeção de álcool nas artérias que alimentam a parte hipertrofiada do coração (ablação septal com álcool), provocando essencialmente um ataque cardíaco controlado.

Um cardiodesfibrilador implantável (CDI) pode ser necessário para prevenir a morte súbita. Os CDIs são usados em pacientes de alto risco. Situações de alto risco incluem:

  • Queda na pressão arterial durante os exercícios
  • Histórico familiar de parada cardíaca
  • Histórico de parada cardíaca ou taquicardia ventricular
  • Histórico de desmaios inexplicáveis
  • Ritmos cardíacos com risco de morte em um monitor Holter
  • Hipertrofia grave do músculo cardíaco

Prevenção

Se você for diagnosticado com cardiomiopatia hipertrófica, o médico poderá recomendar que seus parentes consanguíneos próximos (membros da família) passem por triagem para a condição.

Alguns pacientes com formas brandas de cardiomiopatia hipertrófica só são diagnosticados por ecocardiogramas de triagem devido a seu histórico familiar conhecido.

Se você tiver pressão arterial alta, certifique-se de tomar seu medicamento e seguir as recomendações do médico.

Buscando ajuda médica

Marque uma consulta com seu médico se:

  • Tiver algum sintoma de cardiomiopatia hipertrófica
  • Apresentar dor no peito, palpitações, desmaios ou outros sintomas novos ou inexplicáveis
Fontes e referências:

Maron BJ. Hypertrophic cardiomyopathy. Zipes DP, Libby P, Bonow RO, Braunwald E, eds.Braunwald's Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine. 8th ed. St. Louis, Mo: WB Saunders; 2007:chap 65.

Wexler RK, Elton T, Pleister A, Feldman D. Cardiomyopathy: An overview. Am Fam Physician. 2009;79:778-784.

Bernstein D. Diseases of the myocardium. In: Kliegman RM, Behrman RE, Jenson HB, Stanton BF, eds. Nelson Textbook of Pediatrics. 18th ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier;2007:chap 439.

ADAM, Inc. é credenciada pelo URAC, também conhecida como American Accreditation HealthCare Commission (www.urac.org). URAC é uma auditoria independente para verificar se ADAM segue padrões rigorosos de qualidade e responsabilidade. A.D.A.M. é um dos primeiros a conseguir essa importante distinção para informações e serviços de saúde on-line. Saiba mais sobre a política editorial da ADAM, o processo editorial e a política de privacidade. A.D.A.M. também é um membro fundador da Hi-Ethics e subscreve os princípios de Saúde na Net Foundation (www.hon.ch).

As informações contidas neste documento não devem ser usados ​​durante qualquer emergência médica ou para o diagnóstico ou tratamento de qualquer condição médica. Um profissional licenciado médico deve ser consultado para diagnóstico e tratamento de todo e qualquer problema médico. Links para outros sites são fornecidos apenas para informação - não constituem endosso desses outros sites. © 1997 - 2013 ADAM, Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ