10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

aAnormalidades da marcha

POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

O que é?

Anormalidades da marcha consistem em padrões incomuns e incontroláveis que geralmente ocorrem em função de doenças ou lesões nas pernas, pés, cérebro, medula espinal ou ouvido interno.

Causas

A marcha anormal pode ser provocada por doenças em diversas regiões do corpo.

As causas gerais da marcha anormal podem incluir:

  • Artrite das articulações das pernas ou dos pés
  • Distúrbio de conversão (um distúrbio psicológico)
  • Problemas nos pés (como um calosidade, calo, unha do pé encravada, verruga, dor, pele dolorida, inchaço, ou espasmos)
  • Fratura
  • Injeções intramusculares que causam ulceração na perna ou nas nádegas
  • Infecção
  • Lesão
  • Pernas com tamanhos diferentes
  • Miosite
  • Aparelhos fibulares
  • Problemas com calçados
  • Tendinite
  • Torsão do testículo

Esta lista não inclui todas as causas de marcha anormal.

CAUSAS DE MARCHAS ESPECÍFICAS

  • Marcha propulsiva:
    • Intoxicação por monóxido de carbono
    • Intoxicação por manganês
    • Mal de Parkinson
    • Utilização de certos medicamentos como fenotiazinas, haloperidol, tiotixina, loxapina (geralmente os efeitos das drogas são temporários)
  • Marcha espástica (de tesoura):
    • Abscesso cerebral
    • Trauma no cérebro ou na cabeça
    • Tumor cerebral
    • Acidente cerebrovascular (derrame)
    • Paralisia cerebral
    • Espondilite cervical com mielopatia (um problema com as vértebras no pescoço)
    • Insuficiência hepática
    • Esclerose múltipla
    • Anemia perniciosa
    • Trauma na coluna cervical
    • Tumor na medula espinal
    • Meningomielite sifilítica
    • Siringomielia
  • Marcha em steppage:
    • Síndrome de Guillain-Barre
    • Disco lombar herniado
    • Esclerose múltipla
    • Fraqueza muscular da tíbia
    • Neuropatia-peroneal
    • Poliomelite
    • Lesão na medula espinal
  • Marcha de pato:
    • Displasia congênita do quadril
    • Distrofia muscular
    • Doença muscular (miopatia)
    • Atrofia do músculo espinal
  • Marcha atáxica ou de base larga
    • Ataxia cerebelar aguda
    • Intoxicação por álcool
    • Lesão cerebral
    • Dano nas células nervosas no cerebelo do cerebelo (degeneração cerebelar)
    • Medicamentos (fenitoína e outros medicamentos para convulsões)
    • Polineuropatia (dano a muitos nervos, como ocorre com diabetes)
    • Derrame

Buscando ajuda médica

Se houver qualquer sinal de anormalidades da marcha incontroláveis e inexplicáveis, procure um médico.

Fontes e referências:

Griggs R, Jozefowicz R, Aminoff M. Approach to the patient with neurologic disease. Em: Goldman L, Ausiello D, eds. . 23ª ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007: cap. 418. Cecil Medicine

Thompson PD. Gait disorders. Em: Bradley WG, Daroff RB, Fenichel GM, Jankovic J, eds. Neurology in Clinical Practice. 5ª ed. Philadelphia, Pa: Butterworth-Heinemann Elsevier; 2008: cap. 24.

ADAM, Inc. é credenciada pelo URAC, também conhecida como American Accreditation HealthCare Commission (www.urac.org). URAC é uma auditoria independente para verificar se ADAM segue padrões rigorosos de qualidade e responsabilidade. A.D.A.M. é um dos primeiros a conseguir essa importante distinção para informações e serviços de saúde on-line. Saiba mais sobre a política editorial da ADAM, o processo editorial e a política de privacidade. A.D.A.M. também é um membro fundador da Hi-Ethics e subscreve os princípios de Saúde na Net Foundation (www.hon.ch).

As informações contidas neste documento não devem ser usados ​​durante qualquer emergência médica ou para o diagnóstico ou tratamento de qualquer condição médica. Um profissional licenciado médico deve ser consultado para diagnóstico e tratamento de todo e qualquer problema médico. Links para outros sites são fornecidos apenas para informação - não constituem endosso desses outros sites. © 1997 - 2013 ADAM, Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ