{ang{ nome }ang}

10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

38ª Semana


POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

Bem-vinda à 38ª semana

Feto com 38 semanas

Seu bebê: Chegando ao final

Durante as últimas semanas de gravidez, seu bebê poderá ganhar um pouco de peso, ou simplesmente parar de ganhar peso. Considerado agora "maduro", o seu bebê poderá estar pesando entre 2,72 a 4 kg e medindo cerca de 53 cm.

Seu corpo: Ficando em posição

Não há posição certa ou errada, ou posição melhor ou pior para dar a luz. Ela depende de seu conforto e do que está acontecendo. A maior parte das mulheres se sai bem deitando de lado durante o parto. Outras podem se sentir melhor andando, tomando um banho e caminhando pelos corredores do hospital. Escute seu corpo para encontrar a posição que melhor funciona para você, e que facilite o andamento do trabalho de parto. Lembre-se sempre que, não importa sua posição, existem opções:

  • De lado: Tira a pressão de seu períneo e mantém o peso de seu útero fora de um vaso sanguíneo chamado veia cava inferior, maximizando o fluxo de sangue para o seu útero e seu bebê. Peça a seu parceiro que segure sua perna para alargar a capacidade pélvica e suportar o peso do bebê.
  • Deitada de costas: Geralmente é desconfortável. Poderá fazer com que seu útero pressione a veia cava inferior, diminuindo o fornecimento de sangue à placenta e pode empurrar seu diafragma, dificultando a respiração. Para conforto e apoio extra, coloque um travesseiro debaixo de seus joelhos e os dobre levemente, ou sente-se em uma posição semi-reclinada com sua cabeça e ombros elevados em descansando sobre alguns travesseiros.
  • Sobre suas mãos e joelhos: Poderá aliviar dores nas costas e dar a um bebê que esteja mal posicionado a chance de se virar. Poderá ajudar um bebê que mostra sinais de estresse, pois maximiza o fluxo de sangue para o útero e placenta. Esta posição poderá ser difícil se você levar uma anestesia peridural, pois talvez não consiga mover suas pernas na maneira correta para suportar o seu peso.

Posições de pé

  • Sentando-se durante os primeiros estágios do trabalho de parto: Faz com que seu útero se mova para frente, diminuindo a pressão de seu diafragma e melhorando o fornecimento de sangue aos músculos que se contraem. Tente uma cadeira de parto, ou banquinho, caso possível, ou uma bola inflável de parto.
  • De pé ou andando durante o trabalho de parto: Ajuda a aumentar sua abertura pélvica e deixa a gravidade fazer seu trabalho, pressionando a cabeça do bebê contra o seu colo uterino. Utilize uma parede ou peça para se apoiar em sua doula (assistente de parto) durante as contrações.
  • Agachando-se durante o trabalho de parto: Abre ainda mais sua pélvis, de forma que o bebê tem mais espaço para descer pelo canal de parto. Utilize uma cama com uma barra, ou duas pessoas que ajudem a suportar seu peso e manter esta posição.
  • Ajoelhando-se durante o trabalho de parto: Ajuda você a manter uma posição ereta sem tensionar demais as costas. Se ajoelhe sobre um travesseiro, incline para frente contra uma cama, cadeira ou parede, e descanse seus braços e tronco sobre ou contra este apoio.

É importante saber que posições eretas podem dificultar a aplicação de uma anestesia peridural, pois suas pernas poderão estar muito dormentes para suportar seu peso ou lhe equilibrar.

Também é importante ter em mente que o médico e enfermeira talvez precisem monitorar o batimento cardíaco do bebê, o que pode limitar algumas opções durante o trabalho de parto. É importante respirar durante as contrações e manter a mente leve. Se você ficar restrita à cama devido a equipamentos médicos, anestesia ou monitoramento fetal, concentre-se em seu objetivo: seu bebê. Se você estiver deitada ou levantada, trocar de posições é essencial.

Em uma nota diferente: Detalhes sobre a episiotomia

A maior parte das grávidas de primeira viagem sentem um certo pânico quando pensam em como passar aquele bebê enorme por uma pequena abertura vaginal. Quase que milagrosamente, a abertura da maior parte das mulheres estica, permitindo a passagem do bebê. Se o bebê precisar sair rapidamente, antes que a pele tenha tempo de se esticar, a mãe poderá passar por uma episiotomia, ou uma incisão cirúrgica no períneo para aumentar esta abertura. Para aprender mais sobre este procedimento comum, clique em nosso artigo sobre a episiotomia.

Dica da semana

Seja este o seu primeiro ou quarto bebê, você pode dar a luz a qualquer momento. Portanto é crucial que uma certa logística esteja preparada. Isto significa saber cada movimento de seu marido, mantenha o seu celular ligado e recarregado, permaneça próxima de casa (e do hospital) e faça planos para os seus outros filhos, caso você já seja mãe, para quando você entrar em trabalho de parto.

comentários

{ang{ nome }ang}