{ang{ nome }ang}

10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

Dor no cotovelo


POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

Definição

Este artigo descreve fatos relativos a dores e desconforto no cotovelo, não relacionados à lesão direta.

Nomes alternativos

Dor - cotovelo

Causas comuns

A dor no cotovelo pode ser causada por uma série de problemas. Uma das causas comuns em adultos é a tendinite, uma inflamação e lesão dos tendões - tecidos moles que prendem os músculos ao osso.

As pessoas que praticam esportes com raquete estão mais propensas a lesionar os tendões por fora do cotovelo. Essa condição é conhecida como cotovelo do tenista. Jogadores de golfe estão mais propensos a lesionar os tendões da parte interna do cotovelo.

Outros causadores comuns da tendinite no cotovelo são jardinagem, beisebol, utilização de chave de fenda ou movimentos excessivos do pulso e braço.

Crianças pequenas geralmente desenvolvem o chamado "cotovelo de babá", normalmente quando é puxado o braço esticado da criança. Os ossos são afastados um do outro momentaneamente e um ligamento desliza entre eles, ficando preso quando os ossos tentam voltar à posição inicial. Quando isso ocorre, a criança se recusa a usar o braço e chora bastante ao tentar dobrar ou esticar o cotovelo. Essa condição é também conhecida como subluxação do cotovelo (deslocamento parcial).

Outras causas comuns de dor no cotovelo são:

  • Bursite - inflamação de uma bolsa cheia de líquido sob a pele
  • Artrite - estreitamento do espaço da articulação e perda de cartilagem no cotovelo
  • Tensões no cotovelo
  • Infecção do cotovelo

Cuidados em casa

Com cuidado, tente mover o cotovelo e aumentar sua amplitude de movimento. Se isso te machuca ou você não pode mover o cotovelo, entre em contato com seu médico ou enfermeiro.

Ligue para o médico se

Consulte o médico se:

  • Tiver tendinite prolongada que não melhora com os cuidados em casa.
  • A dor for proveniente de lesão direta ao cotovelo.
  • Houver deformidade evidente.
  • Não estiver conseguindo usar o cotovelo.
  • Tiver febre ou inchaço e vermelhidão no cotovelo.
  • Seu cotovelo estiver imobilizado.
  • Uma criança tiver dor no cotovelo.

O que esperar da consulta médica

O médico realizará um exame físico, com atenção especial ao cotovelo, e fará perguntas como:

  • Ambos os cotovelos foram afetados?
  • A dor se estende do cotovelo para outras articulações?
  • A dor é nas saliências ósseas externas do cotovelo?
  • A dor começou de forma repentina e forte?
  • A dor começou lenta e suavemente e depois piorou?
  • A dor está passando espontaneamente?
  • A dor teve início após uma lesão?
  • O que faz a dor melhorar ou piorar?

O tratamento depende da causa, mas pode envolver:

  • Antibióticos
  • Injeções de corticosteroides
  • Medicamento para dor
  • Terapia física
  • Cirurgia (último recurso)

Prevenção

  • Reduza o tempo que passa fazendo atividades que causam a dor.
  • Faça um aquecimento lento. Alongue o antebraço antes, durante e depois da atividade física.
  • Utilize "cotoveleira de malha" para ajudar a manter o cotovelo aquecido enquanto joga.
  • Utilize gelo ou ibuprofeno após a atividade para evitar inchaço e dor, se já tiver tido lesão no cotovelo.
  • Evite o cotovelo do tenista utilizando o tamanho correto de grip da raquete, cordas não muito apertadas e golpes com as costas da raquete usando as duas mãos.
  • Use uma cinta de cotovelo no local da lesão ou na área reabilitada para evitar outras lesões e diminuir a dor.
  • Faça exercícios regulares de alongamento e fortalecimento (indicados pelo fisioterapeuta ou médico).
  • Para evitar o cotovelo de babá em crianças, não puxe braços esticados. Evite levantar ou segurar a criança pelas mãos ou antebraços. As crianças que adquirem cotovelo de babá uma vez podem ter novamente com facilidade. Geralmente, após os 4 anos de idade, isso não ocorre mais.

Referências

Ronthal M. Arm and neck pain. In: Bradley WG, Daroff RB, Fenichel GM, Jankovic J, eds. Neurology in Clinical Practice. 5th ed. Philadelphia, Pa: Butterworth-Heinemann; 2008:chap 32.

Regan WD, Grondin PP, Morrey BF. Elbow and forearm. In: DeLee JC, Drez D Jr, Miller MD, eds. DeLee and Drez''s Orthopaedic Sports Medicine. 3rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2009:chap 19.

comentários

{ang{ nome }ang}