{ang{ nome }ang}

10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

Condição de alerta - alterada


POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

Definição

A diminuição da condição de alerta é um estado de redução da consciência.

O coma é uma diminuição da condição de alerta do qual o paciente não pode ser despertado. Um coma de longa duração é chamado de estado vegetativo.

Ver também:

Nomes Alternativos

Estuporoso; Estado mental - reduzido; Perda da condição de alerta; Consciência reduzida; Alterações na consciência; Obtusão; Coma; Indiferença

Causas Comuns

Muitas condições podem provocar a diminuição da condição de alerta, entre elas:

Distúrbios ou lesões no cérebro, como, por exemplo:

Lesões ou acidentes, como, por exemplo:

  • Acidentes de mergulho e quase afogamento
  • Derrame por calor
  • Temperatura corporal muito baixa (hipotermia)

Problemas cardíacos ou respiratórios, como, por exemplo:

Toxinas e drogas, como, por exemplo:

  • Abuso de álcool (excesso de bebida ou dano decorrente de longo tempo de consumo de álcool)
  • Exposição a metais pesados, hidrocarbonetos ou gases tóxicos
  • Uso excessivo de drogas, como os opiáceos, narcóticos, sedativos, remédios contra ansiedade ou medicamentos para ataques
  • Efeito colateral de quase todos os medicamentos utilizados para tratar de ataques, depressão, psicose e outras doenças

Cuidados Domésticos

Procure ajuda médica para qualquer redução na consciência, mesmo se relacionada à intoxicação alcoólica, desmaios ou a distúrbios de ataques que já tenham sido diagnosticados.

Consulte o artigo sobre ataques para mais dicas de como cuidar de uma pessoa que está sofrendo um ataque.

As pessoas com epilepsia ou outro tipo de distúrbio que provocam ataques devem utilizar uma pulseira de alerta médico ou um pingente descrevendo sua condição. As situações que desencadearam um ataque no passado devem ser evitadas.

Consulte seu médico se

Procure ajuda médica se alguém apresentar uma redução na condição de alerta que não pode ser explicada. Ligue para um número de emergência (como 193) se a condição de alerta não retornar rapidamente.

O que esperar no consultório do seu médico

Geralmente, uma pessoa com consciência reduzida será avaliada na emergência de um hospital.

O médico realizará um exame físico. O exame consistirá na verificação detalhada dos sistemas cardíaco, respiratório e nervoso.

A equipe médica fará perguntas relacionadas ao histórico médico e aos sintomas do paciente, entre elas

  • Padrão de tempo
    • Quando ocorreu a diminuição da condição de alerta?
    • Quanto tempo durou?
    • Já aconteceu antes? Se afirmativo, quantas vezes?
    • A pessoa se comportou da mesma forma durante os episódios passados?
  • Histórico médico
    • A pessoa possui epilepsia ou um distúrbio que provoca ataques?
    • A pessoa possui diabetes?
    • A pessoa tem dormido bem?
    • Houve alguma lesão recente na cabeça?
  • Outras perguntas
    • Que medicamentos a pessoa toma?
    • A pessoa consome álcool ou drogas regularmente?
    • Quais outros sintomas apresenta?

Entre os testes que podem ser realizados estão:

  • Raio X do tórax
  • Hemograma completo ou diferencial sanguíneo
  • Tomografia computadorizada ou ressonância magnética da cabeça
  • Eletrocardiograma (ECG)
  • Eletroencefalograma (EEG)
  • Painel de eletrólitos
  • Painel toxicológico
  • Urina tipo I

O tratamento dependerá da causa da redução da condição de alerta. A melhora da pessoa dependerá da causa da condição. Quanto mais tempo a pessoa tiver sofrido a redução da condição de alerta, pior será o resultado.

Referências

Blok BK, Newman TM. Syncope. In: Tintinalli JE, Kelen GD, Stapczynski JS, Ma OJ, Cline DM, eds. Emergency Medicine: A Comprehensive Study Guide. 6a ed. New York, NY: McGraw-Hill; 2004:cap 52.

Huff JS. Altered mental status and coma. Em: Tintinalli JE, Kelen GD, Stapczynski JS, Ma OJ, Cline DM, eds. Emergency Medicine: A Comprehensive Study Guide. 6a ed. New York, NY: McGraw-Hill; 2004:cap 259.

Kirsch TD. Head injury. Em: Tintinalli JE, Kelen GD, Stapczynski JS, Ma OJ, Cline DM, eds. Emergency Medicine: A Comprehensive Study Guide. 6a ed. New York, NY: McGraw-Hill; 2004:cap 255.

Huff JS, Martin ML. Altered mental status and coma. Em: Wolfson AB, Hendey GW, Ling LJ, et al, eds. Harwood-Nuss'''' Clinical Practice of Emergency Medicine. 5ª ed. Philadelphia, Pa: Lippincott Williams & Wilkins; 2009: cap. 14.

comentários

{ang{ nome }ang}