{ang{ nome }ang}

10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

Asma e envelhecimento


POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

Guia de cuidados

Quando as pessoas pensam em asma, elas frequentemente a associam às crianças. Mas você sabia que a asma está aumentando entre pessoas acima de 65 anos de idade? Infelizmente, casos de asma em pessoas acima de 65 anos passam com frequência sem serem diagnosticados, ou mal diagnosticados.

Reconhecendo a asma

Ao contrário de pessoas mais jovens com asma, que têm como principal sintoma a respiração com chiado, pessoas mais idosas geralmente reclamam de uma tosse crônica. Por este motivo, a asma em pessoas mais velhas poderá passar despercebida ou diagnosticada erroneamente como um resfriado comum ou tosse. Outros sintomas poderão incluir respiração com chiado, falta de ar, fadiga e perda de peso.

Asma em pessoas acima de 65 anos costuma ocorrer em fumantes e pessoas que tiveram enfisema, bronquite crônica ou outras condições relacionadas a doenças pulmonares obstrutivas crônicas (DPOC). Às vezes, é difícil distinguir a asma de outras condições.

Provocadores

Doenças respiratórias virais (ex.: gripe e o vírus do resfriado comum) e fumaça de tabaco são os principais provocadores em adultos com asma. Entretanto, culpados comuns da asma como ácaros, pelo de animais, pólen e bolores também podem afetar pessoas com mais de 65 anos, especialmente aquelas que passam bastante tempo em casa. Falta de exercícios ou de alimentação saudável também poderá contribuir para uma saúde fraca dos pulmões.

Tratamento

Antes que você comece qualquer plano de tratamento da asma, discuta com o seu médico sobre quaisquer outros medicamentos que você esteja tomando. Alguns medicamentos para asma têm efeitos colaterais adversos quando misturados com outros medicamentos. Seu médico poderá lhe fornecer um plano de tratamento por escrito que lhe ajudará a manter o controle sobre seus medicamentos.

Medicamentos esteroides, especialmente quando tomados via oral, poderão contribuir para catarata e osteoporose (ossos frágeis). Converse sempre com o seu médico sobre estes efeitos colaterais.

Referências

National Asthma Education and Prevention Program Expert Panel Report 3: Guidelines for the Diagnosis and Management of Asthma. Rockville, MD. National Heart, Lung, and Blood Institute, US Dept of Health and Human Services; 2007. NIH publications 08-4051.

comentários

{ang{ nome }ang}