{ang{ nome }ang}

10/07/2014 10:02 - Atualizado em 22/07/2014 19:05

Agitação


POR

A.D.A.M.

  • +A
  • -A

Definição

A agitação é um estado desagradável de despertar extremo (nervosismo ou excitação), aumento na tensão e irritabilidade.

Nomes alternativos

Inquietação

Considerações

A agitação pode ocorrer subitamente ou ao longo do tempo. Pode durar alguns minutos ou semanas e até mesmo meses. Dor, estresse e febre podem aumentar a agitação.

A agitação poderá não ser um sinal isolado de um problema de saúde. Entretanto, se outros sintomas ocorrerem, pode ser um sinal de doença.

Quando a agitação durar horas e houver alteração na condição de alerta (consciência alterada), os médicos chamam de delírio. O delírio sempre possui uma causa médica.

Causas comuns

Há muitas causas médicas da agitação, entre elas:

  • Intoxicação ou suspensão do uso de álcool
  • Intoxicação por cafeína
  • Intoxicação ou suspensão de drogas que costumava utilizar abusivamente (como cocaína, maconha, alucinógenos, PCP ou opiáceos)
  • Hospitalização (idosos geralmente têm delírios ao estarem internados em hospitais)
  • Hipertireoidismo (hiperatividade da glândula tireoide)
  • Infecção (com mais frequência em idosos)
  • Testes médicos que envolvem injeções de "contraste" em pacientes
  • Suspensão do uso da nicotina
  • Teofilina ou outros medicamentos
  • Deficiência de vitamina B6

A agitação pode ocorrer com distúrbios cerebrais e mentais, por exemplo:

Cuidados Domésticos

A forma mais importante de lidar com a agitação é encontrar e tratar a causa. Se não for tratada, a agitação levará ao aumento no risco de suicídio.

Após tratar a causa, as seguintes medidas podem reduzir a agitação:

  • Ambiente calmo
  • Iluminação adequada
  • Medicamentos como as benzodiazepinas e, em alguns casos, antipsicóticos
  • Dormir bastante

Se possível, não contenha uma pessoa excessivamente agitada. Isso geralmente agrava o problema. Somente contenha a pessoa se houver risco de lesão a ela ou a outras pessoas, e não houver um modo menos restritivo de controlar o comportamento.

Consulte seu médico se

Entre em contato com o médico para casos de agitação:

  • Que durem por um período longo de tempo
  • Que sejam muito graves
  • Se houver outros sintomas inexplicáveis

O que esperar no consultório do seu médico

O médico fará perguntas relacionadas ao histórico médico e realizará um exame físico.

Para ajuda a melhor entender sua agitação, o médico poderá fazer as seguintes perguntas:

  • Tipo
    • Está mais falador do que o normal ou sente pressão para continuar falando?
    • Percebe estar realizando atividades sem propósito algum (por ex., andar, espremer as mãos)?
    • Está extremamente irrequieto?
    • Está tremendo ou se contorcendo?
  • Padrão de tempo
    • A agitação ocorreu por um período curto?
    • A agitação persiste?
      • Quanto tempo durou - por quantos dias?
  • Fatores de agravamento
    • A agitação parece ser provocada por lembranças de um evento traumático?
    • Percebeu alguma outra coisa que poderia ter provocado essa agitação?
    • Toma algum medicamento, principalmente esteroides ou remédio para a tireoide?
    • Qual a quantidade de álcool que geralmente consome?
    • Qual a quantidade de café que geralmente consome?
    • Usa algum tipo de droga, como cocaína, narcóticos ou "speed" (anfetaminas)?
  • Outras
    • Quais outros sintomas apresenta?
    • Apresenta confusão, perda de memória, hiperatividade ou hostilidade? Esses sintomas podem exercer uma função importante no diagnóstico.

Entre os exames para diagnósticos estão:

  • Exames de sangue (como hemograma, triagem de infecção, exames da tireoide ou níveis de vitamina)
  • Tomografia computadorizada da cabeça ou ressonância magnética da cabeça
  • Punção lombar ou punção espinal
  • Exames de urina (triagem de infecção, triagem de drogas)
  • Sinais vitais (temperatura, pulso, frequência respiratória, pressão sanguínea)
  • Radiografia do crânio

Sistema nervoso central

Referências

Park JM, Park L, Prager LM. Emergency psychiatry. Em: Stern TA, Rosenbaum JF, Fava M, Biederman J, Rauch SL, eds. Massachusetts General Hospital Comprehensive Clinical Psychiatry. 1ª ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier;2008: cap. 87.

Rossi J, Swan MC, Isaacs ED. The violent or agitated patient. Emerg Med Clin North Am. 2010;28:235-256.

comentários

{ang{ nome }ang}