Terapias

14/12/2014 01:24 - Atualizado em 22/11/2016 11:28

Veja como é o uso da hipnose como terapia

A hipnose pode ajudar em tratamentos de problemas emocionais, como a ansiedade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Estar em estado de hipnose significa entrar em um estado de profundo relaxamento, fazendo com que o paciente fique mais aberto a sugestões. Essa técnica tem feito sucesso como terapia, alegadamente ajudando na autoestima, a mudar hábitos e aliviar o estresse, a melhorar a memória e a modificar problemas comportamentais. Mas você sabe como ela funciona?

hipnose

Entenda o que é a hipnose

A hipnose é um mecanismo mental e totalmente explicável pela ciência. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o paciente não dorme, não fica inconsciente e nem perde o controle sobre as suas ações.

Quando ele está em estado hipnótico, ocorre um bloqueio parcial da ação consciente da mente, ou seja, o senso crítico, que controla tudo o que a pessoa faz, fica diminuído, mas a consciência continua ativa.

É possível entrar nesse estado até mesmo sozinho, em momentos do dia a dia. Quando você fica focado em algo a ponto de nem escutar quando lhe chamam, por exemplo, você está em uma espécie de hipnose.

Em casos como esse, a concentração é tão grande que tudo que está ocorrendo em volta acaba sendo bloqueado da percepção. Isso acontece porque a mente entra em um estado alterado de consciência, mas que mantém a pessoa presente.

Qualquer pessoa pode ser hipnotizada, até mesmo crianças. O processo pode ser feito desde que o paciente tenha a capacidade de direcionar sua mente para um foco específico.

Veja como funciona a terapia

A hipnose é usada para acelerar o processo de terapia e assim encurtar o tempo de tratamento de um paciente. A quantidade de sessões e o tempo do tratamento variam de acordo com cada caso.

Como prática médica, a hipnoterapia leva o paciente para outro estado mental, através da indução hipnótica. O terapeuta utiliza estratégias de comunicação que levam a pessoa a aceitar as suas sugestões com mais facilidade. Com isso, é possível resolver problemas emocionais ou mesmo doenças psicossomáticas, que são problemas orgânicos de origem psíquica.

Quando são hipnotizadas, as pessoas conseguem alcançar e expressar sentimentos mais profundos. Durante a sessão, o paciente é conduzido a um estado de transe de atenção altamente concentrada. Nesse momento, ocorrem alterações cerebrais que tornam as pessoas mais capazes de alterar as suas percepções.

É importante ressaltar que a hipnose não cura doenças, apenas alivia os sintomas. Ela pode ser usada como terapia complementar de diversos tratamentos.

Problemas tratados com a hipnose

A hipnose como terapia pode ser utilizada para todas as dificuldades relacionadas à mente. Os principais casos tratados são as fobias, a depressão, a síndrome do pânico, algumas dificuldades sexuais, a ansiedade e o estresse. Ela também pode trazer benefícios para distúrbios orgânicos, como gastrite, enxaqueca, alergia e outras doenças causadas por questões emocionais.

As sessões são recomendadas para todas as pessoas que estiverem disponíveis e abertas a serem hipnotizadas. Mas é de extrema importância encontrar um profissional ético, que respeite os limites de cada paciente. Isso é essencial para que a técnica traga resultados positivos.

A hipnose está regulamentada no Brasil desde 2000, a partir de resolução publicada pelo Conselho Federal de Psicologia. A prática é considerada como terapia de recursos complementares e auxiliares da Psicologia.

Interessada em buscar a técnica para alcançar a paz no seu dia a dia? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
terapia
mente
estresse
psicologia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ