Terapias

31/08/2016 05:07 - Atualizado em 24/03/2017 09:24

Teste: Você sabe qual o seu nível de ansiedade?

Responda às perguntas e veja se você é mais uma vítima do "mal do século"

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você sabe qual o seu nível de ansiedade? A doença é considerada por especialistas como o “mal do século”. Isso porque vivemos em uma época de verdadeira corrida contra o relógio, onde todos estão sempre correndo e vivendo sob pressão em diversos aspectos. Além disso, outros fatores colaboram para a aceleração do pensamento e propagação da ansiedade, como excesso de trabalho, consumismo, uso acima da média de redes sociais, muito consumo de informações e expectativas elevadas.

Nível de ansiedade

A ansiedade é um sentimento de antecipação em relação ao que pode vir a ocorrer. Segundo a psicóloga e psicoterapeuta Maura Albano, pessoas ansiosas criam suposições que se alicerçam em criações mentais. “Quem é ansioso inventa filmes em sua cabeça, cenas de tudo o que ‘poderia’ ter acontecido’. E isto faz mal porque a pessoa ansiosa vive no futuro. Muitas vezes, ela até adoece em decorrência deste estilo de pensamento”, explica.

A psicóloga esclarece ainda que os sintomas físicos da ansiedade são relacionados a uma preparação para responder a perigos ou ameaças que não existem de fato, sendo unicamente criações da mente. Os sintomas físicos podem incluir agitação, tensão, suor nas palmas das mãos, tonteira, dificuldades respiratórias, batimentos cardíacos acelerados, rubor facial, dentre outros. “Cada um sente a ansiedade em um determinado nível e dependendo da intensidade dos seus sentimentos vai manifestar diferentes sintomas em diferentes frequências e/ou quantidades”, diz.

Formas como o indivíduo reage à ansiedade

  • Sentimentos ou estados de humor: vão do ‘nervosismo’, passando pela ansiedade propriamente dita e podem, até mesmo, chegar a um estado de pânico com agravamento e dificuldades de se controlar os sintomas. 

  • Comportamentos: O ansioso pode passar a evitar lugares e situações onde a ansiedade possa ocorrer e tentar controlar os acontecimentos para prevenir um suposto perigo.

  • Pensamentos: É o mais menosprezado pela maior parte das pessoas. A ansiedade leva a pessoa a ‘superestimar’ o perigo, a subestimar a sua própria capacidade de enfrentamento, a subestimar os recursos reais e a ajuda disponível o que leva a preocupações excessivas e pensamentos catastróficos.

Sintomas físicos da ansiedade

  • Dor no peito

  • Dor de cabeça

  • Formigamento

  • Tontura

  • Palpitações

  • Alterações gastrointestinais

  • Entre outros.

Sintomas psíquicos de ansiedade

  • Insônia

  • Irritação

  • Tensão

  • Inquietação

  • Perda de concentração

  • Entre outros.

E você já parou para pensar se a ansiedade está atrapalhando o seu dia a dia? Com o auxílio da psicóloga Maura Albano, preparamos um teste para você medir o seu nível de ansiedade. Responda as perguntas analisando o seu cotidiano. E lembre-se: conte sempre com o auxílio médico ao enfrentar sintomas constantes que podem estar relacionados à ansiedade ou outros problemas mentais e emocionais. A terapia é grande aliada na luta contra a ansiedade!

Faça o teste!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ

Veja Também