Terapias

06/05/2015 09:34 - Atualizado em 14/11/2016 10:39

Terapia online pode ser alternativa para os atarefados

O dia a dia agitado faz com que a tecnologia se torne aliada até nos momentos de desabafo e aconselhamento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A rotina agitada da vida moderna diminui cada vez mais o tempo que temos para nós mesmos. Trabalho, estudo, família, tudo acaba se tornando motivo para deixarmos questões pessoais de lado. Por esse e outros motivos, a terapia online vem ganhando cada vez mais adeptos.

Visando a oferecer serviços de aconselhamento até para aqueles que não dispõem de tempo para comparecer ao consultório, os psicólogos agora utilizam a internet para se comunicar com seus pacientes. A jogada tecnológica oferece prós e contras, mas acaba sendo a saída ideal para os atarefados.

terapia online

O que é a terapia online

O serviço tem o mesmo princípio que um encontro presencial, talvez apenas sem o divã. O paciente pode conversar com o profissional por vídeo, e-mail ou bate-papo. Com o benefício de não precisar sair de casa (ou do escritório), nem se preocupar com o trânsito, a comodidade do serviço tem sido muito procurada.

Os pacientes buscam a terapia pelas mais diversas causas: casais com problemas conjugais, pessoas com dificuldades no trabalho, inseguranças, traumas, luto, dificuldades ou um simples momento para desabafar.

Ao mesmo tempo que o serviço distancia o paciente e o psicólogo - por estarem em locais diferentes - pode aproximá-los. Afinal, o aconselhamento fica a um clique de distância, podendo ser uma boa saída nos momentos de angústia.

As sessões duram entre 45 e 60 minutos e podem ser feitas de qualquer lugar do mundo. O serviço, inclusive, tem atraído muitos brasileiros que vivem no exterior, buscando conforto ou aconselhamento por profissionais conterrâneos. As conversas podem ocorrer uma ou duas vezes por semana.

A terapia online pode ser feita por qualquer pessoa, mas para crianças ela não é tão recomendada. Para haver entendimento e aproveitamento desse tratamento, é preciso que o sujeito tenha maturidade suficiente para ver todo o benefício que mesmo uma conversa via computador pode fazer na vida cotidiana.

Busque profissionais certificados

Apesar de os encontros não serem presenciais, buscar um bom profissional é fundamental para resultados positivos. Independentemente do problema ou da fase que esteja enfrentando, o paciente deve procurar alguém capacitado para ajudá-lo.

Mesmo na terapia online, os psicólogos devem estar credenciados e autorizados pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). O profissional deve obter um selo que confirme sua aptidão para exercer a prática. Esteja atento aos site escolhido e certifique-se de encontrar esse selo.

Além disso, o conselho determina um prazo de término preestabelecido para a terapia online. Esse serviço não deve ser caracterizado por regular e deve ser usado somente em um momento em que esse auxílio se faça necessário. Incialmente, o atendimento online se limitava a dez sessões, mas, desde o final de 2012, subiu para 20 encontros virtuais.

Lembre-se que sua saúde requer todo o cuidado. É preciso estar atento para evitar pessoas mal intencionadas que queiram se passar por psicólogas. Informe-se e pesquise. A terapia online funciona para muita gente, porém não é regra geral. Se esse serviço não for benéfico à sua vida, procure outro tipo de ajuda.

Gostou das dicas de bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
terapia
psicólogo
problemas psicológicos
aconselhamento

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ