Terapias

01/12/2015 09:53 - Atualizado em 28/11/2016 03:46

Psicologia positiva foca no lado bom da vida

Criado pelo norte-americano Martin Seligman, campo de estudo propõe a descoberta da real felicidade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Já parou para pensar que os desafios que encaramos diariamente são uma forma de superação e de fortalecimento? A partir desse princípio, a psicologia positiva propõe uma nova perspectiva para os problemas do dia a dia.

O norte-americano Martin Seligman criou o conceito a partir do desejo de entender as origens da felicidade. Em sua obra "Felicidade Autêntica", o psicólogo afirma que, para alcançarmos esse estado de espírito, é preciso um cultivo diário, com pensamento positivo, gentileza e bom-humor.

mulher soprando dente-de-leão para cultivar a psicologia positiva

Entenda a psicologia positiva

A Organização Mundial da Saúde define "saúde" não apenas como um organismo livre de doenças, mas, sim, como um estado de bem-estar pleno, incluindo os campos físico, social, psíquico e espiritual.

A psicologia positiva tem como principal objetivo o estudo das emoções, dos traços individuais, das relações e de instituições positivas. Ao contrário da psicologia tradicional, esse campo se concentra nas coisas boas para reparar o que não vai tão bem. O foco não está nos problemas, especificamente.

Muito mais que ser uma pessoa otimista, a psicologia positiva propõe ao paciente a identificação do que realmente o torna feliz, tanto na investigação psicológica quanto no campo das neurociências. A novidade nesse tipo de abordagem é utilizar uma metodologia científica, e não receitas de autoajuda para desfrutar de mais bem-estar.

Outro grande desafio dos profissionais é conscientizar o indivíduo sobre a diferença entre o prazer e a felicidade. Enquanto o primeiro é momentâneo, gerado por descarga de dopamina, o segundo é um estado pleno e muito mais complexo de verdadeira satisfação.

Saiba Mais
Respiração holotrópica ajuda na busca por autoconhecimento
Pensamento positivo: Aprenda 4 dicas para dominar o poder da mente
Dormir bem ajuda na concentração e no bom humor

O precursor da psicologia positiva, Martin Seligman, criou uma lista de cinco elementos essenciais para a obtenção da felicidade plena e da sensação de bem-estar. São eles:

1. Emoções positivas como paz, gratidão, inspiração e prazer

2. Compromisso e engajamento com situações, atividades e tarefas

3. Relacionamentos positivos com aqueles que nos rodeiam

4. Significado ou propósito ao ir em busca de algo que é maior que nós mesmos

5. Realização ou conquista de um objetivo.

mulher fazendo joinha para valorizar a psicologia positiva

Abra as portas para a felicidade

A felicidade depende muito mais de nós mesmos do que se sabia anteriormente. A psicologia positiva chega para descartar o velho pensamento de que o campo da mente está associado apenas no conserto de danos. Ele também garante a conquista de mais bem-estar.

Lidamos com diversos desafios, problemas e até mesmo derrotas ao longo da vida. Cabe a cada um de nós ter confiança e persistência suficiente para criar uma nova perspectiva, transformando o que deu errado em um novo aprendizado.

As emoções positivas não só refletem na qualidade de vida, mas, também, no fortalecimento de nossos recursos intelectuais, das relações sociais e da saúde física e mental.

E você, acredita que a felicidade realmente é capaz de melhorar a saúde das pessoas? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
felicidade
pensamento positivo
otimismo
Martin Seligman

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ