Terapias

18/06/2015 02:03 - Atualizado em 12/11/2016 05:16

Moxabustão: Conheça o calor curativo da medicina chinesa

A terapia oriental propõe a energização por meio da queima de ervas medicinais.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com origem chinesa, a moxabustão é uma técnica terapêutica baseada nos princípios e conhecimentos utilizados na acupuntura. Acredita-se que cada órgão possua um meridiano próprio e que existam vários pontos na pele com funções específicas.

Ao contrário da acupuntura tradicional, a moxabustão não utiliza agulhas. Ela aposta em aplicações de calor nos pontos meridianos.  A terapia visa a alcançar o equilíbrio corporal e desobstruir os bloqueios de energia. Essas aplicações contribuem para a regulagem energética do corpo, garantindo o bom funcionamento do organismo.

moxabustao

Como a moxabustão funciona?

A moxabustão pode ser direta ou indireta. Na opção direta, é utilizado um bastão feito a partir de folhas secas da erva artemísia, que é aceso e encostado diretamente na pele, queimando-a.

Já na forma indireta, a mais popular,  o bastão fica a uma distância de aproximadamente 2,5 centímetros. O calor e a fumaça ficam próximos dos pontos meridianos, remediando determinadas doenças e colaborando com o bom funcionamento do corpo humano.

O processo é potencializado quando feito em condições mais frias e úmidas, pois o calor contribui para uma sensação de mais tranquilidade e conforto. Além disso, a temperatura mais elevada aumenta o metabolismo e a imunidade corporal, ou seja, a terapia também pode ser utilizada como um cuidado preventivo.

Os benefícios da terapia

Um estudo publicado pelo Journal of the American Medical Association, em 1998, mostrou que 75% das mulheres grávidas que apresentavam fetos sentados próximo à data do parto conseguiram girá-los para a posição normal depois de receberem moxabustão. Para isso, ponto de acupuntura no meridiano da bexiga era estimulado.

Outro estudo, publicado pela National Center for Biotechnology Information (NBCI), dos Estados Unidos, em 2009, também confirma a teoria. A pesquisa acompanhou 76 gestantes e concluiu que a moxabustão cria uma maior chance de parto normal - 88% das gestantes obtiveram sucesso com a técnica.

Além disso, a moxabustão é indicada para o alívio de uma série de outros desconfortos, tais como resfriados, bronquite, asma, pneumonia, gastrite, retenção de líquidos, prisão de ventre, artrite, dores na coluna e cólicas menstruais. Ela também funciona para relaxamento físico e mental.

No Brasil, a técnica não é muito popular. Por isso, é preciso buscar centros especializados, especialmente para evitar queimaduras. Lembre-se que o procedimento utiliza um bastão aceso com as ervas e, caso utilizado de forma errada, pode ocasionar acidentes.

Pacientes que sofram de problemas respiratórios devem evitar a terapia, uma vez que ela produz uma quantidade significativa de fumaça. Além disso, pessoas com febre alta também não devem fazer uso da moxabustão, pois o tratamento aumenta o calor corporal.

Vai apostar nessa terapia oriental? Um corpo saudável é a receita ideal para uma vida mais feliz. Energize-se e equilibre o seu organismo! E continue acompanhando o Vivo Mais Saudável para conferir mais dicas de bem-estar.

TAGS
energização
acupuntura
medicina chinesa
relaxamento

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ