Terapias

12/07/2014 04:30 - Atualizado em 02/12/2016 10:08

Meditação transcendental trabalha a mente e relaxa o corpo

Meditação transcendental pode ser praticada diariamente para reduzir o estresse.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A verdade é que não importa o motivo de sua preocupação: em vez de resolver, ela vai gerar problemas. É fundamental reservar um tempo para descansar o corpo e relaxar a mente. E sabe uma ótima maneira de fazer isso? Praticando a meditação transcendental.

Como funciona a meditação transcendental

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

A meditação transcendental é uma técnica muito simples e facílima de aprender, podendo ser realizada por qualquer pessoa, independentemente de sua idade, condição física ou mental.  A prática reduz a frequência da atividade cerebral da pessoa, o que leva a um diferente estado de consciência.

O ideal é que se crie o hábito de praticá-la duas vezes por dia, de 15 a 20 minutos. É o suficiente para reduzir o estresse consideravelmente.

Benefícios da meditação transcendental

Entre os efeitos positivos da meditação transcental, encontram-se:

- Melhora no uso de funções mentais, como a memória, raciocínio, clareza de pensamento, criatividade e uso da inteligência

- Redução do estresse

- Elevação da disposição e da sensação de bem-estar

- Maior equilíbrio emocional e autoestima

- Aumento da produtividade

- Incremento da capacidade de concentração no trabalho.

Quanto mais a pessoa pratica a técnica da meditação transcendental, melhores são os seu resultados. A experiência de repouso desperto fica gradativamente mais fácil e, na vida prática, os benefícios listados acima começam a aparecer, tornando a pessoa mais desperta, criativa, silenciosa e bem humorada. Essas vantagens também se reproduzem no âmbito físico, pois diminuindo a tensão o seu corpo fica mais descansado.

Como praticar a meditação transcendental

Confira nosso passo a passo abaixo:

1 - Ambiente

Para iniciar, certifique-se de que o lugar escolhido é tranquilo, longe de qualquer ruído que possa lhe desviar a atenção ou outro tipo de incômodo que possa interromper a meditação. É fundamental que você se sinta confortável nesse local. Música e incenso podem ajudar a relaxar, mas isso depende de pessoa para pessoa – elas também podem ser fatores irritantes para muita gente.

2 - Postura

A postura é muito importante para o relaxamento. Você pode sentar em uma cadeira, com as mãos apoiadas nas pernas, ou então no chão, com as pernas cruzadas. Seja qual for a posição, fique sempre com a coluna ereta. Outra opção é deitar-se virado para cima, com as pernas separadas em uma largura um pouco maior que a do quadril, pés voltados para fora e palmas das mãos viradas para cima.

3 - Relaxamento

Agora feche os olhos e relaxe o corpo todo. Comece a perceber zonas do seu corpo que estão tensas além do tronco, pernas, braços e pés, e você geralmente nem percebe, como os ombros, rosto e o maxilar. Comece se concentrando nos pés e leve seu foco para os membros superiores. Para cada um, sussurre mentalmente: "Relaxe".

4 - Respiração

Após se deter nos pés, nas pernas, no quadril, no peito, nos braços, nas mãos, no pescoço, nas costas e na cabeça, leve a sua atenção para a respiração. Inspire, preenchendo o abdômen completamente, e depois expire lentamente.

5 - Mantras

Nesse momento, com a respiração profunda e controlada, você pode entoar um mantra de sua preferência ou então ou clássico “OM” enquanto expira. Muitas pessoas preferem mentalizá-lo em vez de falar em voz alta.

Pronto. Você verá que ao retornar as suas atividades, estará muito mais relaxado e concentrado.

E aí, gostou do texto ? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ