Terapias

28/06/2015 03:25 - Atualizado em 06/12/2016 03:56

Escolha a melhor terapia para ansiedade e tenha uma vida tranquila

Quando a ansiedade sai do controle, pode indicar um distúrbio e precisa de tratamento.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Sensações como angústia, aflição ou nervosismo são naturais e surgem geralmente quando nos deparamos com situações desconhecidas ou acontecimentos importantes. Esses sentimentos podem nos ajudar ou atrapalhar, dependendo da intensidade com que ocorrem, podendo inclusive exigir uma terapia para ansiedade como forma de controlar a condição.

Em alguns casos, a ansiedade pode trazer benefícios, pois estimula a pessoa a agir. Porém, quando ocorre em excesso, pode causar o efeito contrário e impedir a ação. Quando a situação sai do controle, pode ser sinal de algum tipo de transtorno. Então, é preciso procurar a ajuda de algum tipo de terapia para ansiedade para aprender a lidar com as crises.

Principais causas da ansiedade

As causas estão relacionadas com o funcionamento do corpo e à forma como cada pessoa lida com as expectativas. O sentimento ansioso ocorre devido a uma excitação elevada do sistema nervoso central, quando está diante de uma situação que o cérebro identifica como perigo.

terapia para ansiedade

Considerada um dos principais problemas do século 21, a ansiedade é um sentimento normal para quem vive na correria do dia a dia, que divide trabalho, estudos, família e tantas outras tarefas. Atualmente, a maioria das pessoas se preocupa de forma excessiva com o que ainda vai acontecer, precisando ter o controle de tudo que está por vir.

Essa sensação deixa de ser algo normal e saudável quando acaba prejudicando o comportamento da pessoa, impedindo que ela faça alguma tarefa. Muitas vezes, algo simples como utilizar o elevador ou falar em público se torna uma situação impossível de se enfrentar, devido ao desconforto que causa.

A ansiedade pode ser confundida com o medo ou com o estresse, mas são casos diferentes. Na ansiedade, o motivo da preocupação está no futuro. Já no medo, a ameaça está mais próxima. O estresse, por sua vez, ocorre quando se está passando por um momento de tensão.

Existem pessoas que lidam bem com essas situações, mas há quem sinta uma pressão muito maior. Com isso, a ansiedade se torna patológica e se caracteriza como um transtorno.

A OMS estima que 23% da população do Brasil tenha algum tipo de distúrbio ansioso ao longo da vida. Os mais comuns são a síndrome do pânico, o estresse pós-traumático, as fobias, o transtorno obsessivo-compulsivo e o transtorno de ansiedade generalizada.

A probabilidade de morrer por problemas cardíacos pode ser até quatro vezes maior para quem sofre com algum desses transtornos. Porém, apesar da gravidade e das complicações que podem trazer, cada caso possui um tipo de terapia para ansiedade que consegue combater totalmente o problema, ajudando o paciente a conquistar qualidade de vida.

Conheça tipos de terapia para ansiedade

Escolher o melhor tipo de terapia para ansiedade depende da gravidade de cada caso, devendo ser avaliado por um profissional especializado na área. Os principais tratamentos contam com o uso de medicamentos, psicoterapia com psicólogo ou médico psiquiatra, ou ainda a combinação dos dois tratamentos.

Quando o caso não é clínico, existem algumas maneiras de fazer uma espécie de terapia para ansiedade através da mudança de hábitos no dia a dia.

- Praticar exercícios físicos regularmente para liberar serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer e bem-estar

- Reservar um tempo para os momentos de lazer e relaxamento

- Evitar pensamentos negativos e pessimistas

- Incluir na dieta alimentos ricos em triptofano, como banana e chocolate.

Você é ansioso? Isso atrapalha seu dia a dia? Compartilhe sua história conosco! E aproveite para conferir as dicas de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
estresse
TOC
relaxar
psicoterapia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ