Terapias

15/06/2014 09:00 - Atualizado em 03/12/2016 01:05

Cura pelos pés: reflexologia podal ajuda a eliminar toxinas

Reflexologia podal massageia os pés para equilibrar o organismo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A reflexologia podal é baseada na ideia de que o nosso corpo está representado na zona dos pés, como um mapa. O estímulo de determinadas partes gera um reflexo via sistema nervoso na área ou órgão correspondente. Entre os benefícios da reflexologia podal, está a eliminação de toxinas.

O que é a reflexologia podal

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Realizada a partir de massagens, a reflexologia podal tem o intuito de ser uma terapia complementar que ativa a resposta imunológica e outros processos curativos do organismo, podendo também ser terapia preventiva de algumas alterações físicas.

Estima-se que a reflexologia podal tenha surgido em 3000 a.C., na China, existindo de diversas formas em muitas culturas. A terapia moderna foi desenvolvida pelo fisioterapeuta americano Eunice Ingham, nos anos 1930. Ela está se tornando cada vez mais popular, especialmente por não fazer uso de medicamentos ou aparelhos. Trata-se de uma poderosa aliada na luta contra o estresse e a favor da saúde. Muitos reflexologistas dizem, inclusive, que seria fazer alguns diagnósticos baseados em como o pé reflete o que está acontecendo no corpo.

Reflexologia podal elimina toxinas

A alimentação e hábitos da vida moderna intoxicam lentamente o nosso organismo. As principais fontes de toxinas são a má alimentação, os agrotóxicos, o álcool e o tabaco. Eles causam diversos problemas, como dores de cabeça, infecções urinárias constantes, azia e dores musculares. Existem formas de diminuir a entrada ou liberar a saída dessas toxinas, como comer determinados alimentos (dieta detox) ou utilizar algumas terapias alternativas, como a reflexologia podal

Na reflexologia podal, o terapeuta massageia as plantas dos pés a fim de ajudar a eliminar toxinas do organismo, ao estimular o funcionamento dos órgãos responsáveis, como os rins, o pâncreas e o fígado (pontos reflexos no arco do pé). Além de ativar esses órgãos, ela incentiva a circulação sanguínea, que leva as toxinas até os órgãos responsáveis pela sua eliminação. Esse sistema de carregamento, processamento e eliminação de toxinas muitas vezes é bloqueado pelo excesso delas ou pelo stress. A função da reflexologia, então, é retomar o equilíbrio desse sistema. Como resultado, é comum, após uma sessão, eliminar uma quantidade mais concentrada de urina.

Indicações da reflexologia podal

A reflexologia podal ajuda na prevenção ou agravamento de problemas de saúde, o que pode evitar tratamentos ou cirurgias desnecessárias. Além disso, ela auxilia muito no alívio de sintomas como os da tensão pré-menstrual e dores nas costas.

Recomenda-se que se faça a reflexologia podal semanalmente ou diariamente, em casos específicos de alguma anomalia. Resultados são logo visíveis e as sessões são bastante relaxantes. Não se preocupe: não dói e nem faz cócegas. E, para quem adora uma massagem no pé, é um excelente momento de descansar e relaxar.

Reflexologia podal em casa

Um dos diferenciais da reflexologia podal é que não há contraindicações para ela. Qualquer pessoa em qualquer idade ou condição pode se submeter à terapia: crianças, adultos, idosos, pessoas com deficiência física.

Por isso, alguns exercícios você pode fazer em você mesmo. Para ajudar a dormir, faça movimentos de pressão leve nas pontas dos pés, apertando e soltando lentamente. Para aliviar dores de cabeça, faça massagens circulares nos dedos dos pés, também suavemente. Para reduzir o stress, massageie a planta dos pés em direção ao calcanhar em círculos. Dica: aproveite para pedir para o companheiro fazer em você.

Se você já testou esse tipo de tratamento, ou algum outro parecido, conte-nos um pouco da sua expiência e dos seus resultados.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ