Terapias

07/01/2015 03:33 - Atualizado em 05/12/2016 02:48

Crises de ansiedade: Saiba como lidar com o problema

Acupuntura, shiatsu e sessões de autoajuda auxiliam no controle das crises de ansiedade.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Sentir-se ansioso já faz parte da rotina de pessoas que enfrentam um dia a dia atribulado. Mas como saber quando o limite foi superado e a saúde está em risco? As crises de ansiedade são caracterizadas por um pico de estresse, no qual a sensação de angústia e insegurança aumenta drasticamente. Quem apresenta o problema se sente emocional e até fisicamente descontrolado.

Quando alguém tem crises de ansiedade, uma forma de ajudar a diminuir a sensação ruim é tentar organizar os pensamentos de forma rápida, evitando pensar em fatos que ainda não aconteceram - o que pode levar a um ataque de pânico, por exemplo Saiba reconhecer os sinais da ansiedade e aprenda a lidar com o problema antes que ele se agrave.

crises de ansiedade

Como identificar crises de ansiedade

Para saber como lidar com o problema, é importante aprender a identificar os sintomas das crises de ansiedade. De forma geral, ela pode se manifestar com os seguintes sinais:

- Fala desorganizada, atropelo das frases e até erro de algumas palavras

- Batimentos cardíacos acelerados

- Suor excessivo - em alguns casos até frio

- Dor de cabeça

- Musculatura tensionada

- Tremedeira

- Náuseas

- Secura na boca

- Irritabilidade

- Impulsividade

- Dilatação das pupilas.

Os sintomas são relacionados ao aumento da circulação do hormônio adrenalina na corrente sanguínea, que normalmente ocorre em momentos de estresse ou de fortes emoções.

Se as crises de ansiedade se tornarem constantes na rotina e os sintomas se apresentarem, principalmente em conjunto e com frequência, a ansiedade da pessoa já pode estar generalizada, o que deve ser tratado adequadamente com o acompanhamento de um psicólogo.

Como tratar as crises de ansiedade

A indicação de tratamento para as crises de ansiedade varia de acordo com a gravidade e a frequência dos sintomas apresentados. Se eles inviabilizam a rotina e atrapalham a vida de quem apresenta o problema ou dos que estão a sua volta, é aconselhado buscar ajuda de um psiquiatra.

Em geral, o distúrbio pode ser tratado com os mais diversos tipos de terapias como acupuntura, shiatsu ou mesmo sessões de autoajuda, além do uso de medicamentos. Se o problema ainda estiver no início e as crises de ansiedade não acontecerem com tanta frequência, o combate à ansiedade em geral é tão importante quanto saber evitar a sua ocorrência.

Uma boa dica é anotar todos os fatores que podem desencadear as crises de ansiedade e descobrir formas de evitá-los. Para tanto, faça uma avaliação do seu ritmo de vida, estudos, trabalho, família, para que, se for necessário, possa optar por situações menos estressantes, que certamente causarão menos ansiedade.

A maior parte das pessoas que apresentam crises de ansiedade passa a se sentir melhor e retoma as atividades normalmente depois de algumas semanas de tratamento. Por isso, é importante procurar ajuda especializada, seja com um psicólogo ou psiquiatra.

O diagnóstico precoce sobre as crises de ansiedade e suas causas é imprescindível para obter melhores resultados e evitar que elas se tornem um problema constante, trazendo prejuízos à vida particular e social da pessoa.

Preparado para lidar melhor com a ansiedade? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
ansiedade
estresse
saúde mental
bem-estar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ