Terapias

24/12/2014 05:33 - Atualizado em 17/11/2016 09:28

Conheça a shantala, a massagem indiana em bebês

Além de relaxar e acalmar o bebê, a shantala ainda ajuda a evitar problemas como cólica e prisão de ventre.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Massagear o bebê pode ser uma ótima forma de aumentar o afeto e a ligação entre mãe e filho. Mas a prática também ajuda prevenir alguns problemas comuns a afetar os pequenos, como cólicas e prisão de ventre. A shantala, técnica indiana de massagem, traz diversos benefícios e pode ser feita desde o primeiro mês de vida da criança. Saiba a seguir como ela funciona e como aplicá-la.

shantala

Conheça a massagem shantala

A técnica surgiu na Índia e é feita no mundo todo devido aos seus benefícios. A shantala possibilita aproximar ainda mais mãe e bebê, pois cria um vínculo forte de afeto. Ela transmite confiança, segurança e conforto para a criança, sendo bastante simples e fácil de se fazer, mas com algumas regras básicas a se seguir.

Existem diferentes tipos de massagem, que variam na forma de fazer e também nos seus benefícios. Ela pode ser feita, por exemplo, para relaxar o bebê, para prevenir e aliviar cólicas ou ainda para melhorar a respiração, caso a criança esteja resfriada ou com o nariz entupido.

A shantala proporciona um sono mais tranquilo e relaxado para o bebê, além de ajudar a liberar os gases e prevenir cólicas e prisão de ventre. A técnica também fortalece o sistema imunológico, melhora a respiração e expectoração, diminui o estresse e ajuda a criança a conhecer o próprio corpo e a passar melhor por fases motoras, como rolar, sentar, engatinhar e andar.

Aprenda a fazer a shantala

O primeiro passo para fazer a shantala é criar uma rotina, programando a massagem para acontecer no mesmo horário todos os dias. É indicado que ela seja feita ao anoitecer, já acalmando e preparando o bebê para dormir.

Na hora da massagem, é importante que o bebê esteja bem de saúde, sem fome ou sono para poder participar ativamente do momento. A mamãe, ou qualquer outra pessoa que vá fazer a shantala, também deve ter alguns cuidados, a começar pela temperatura das mãos, que deve ser aquecida com água morna ou então esfregando uma na outra.

Para aplicar a técnica é indicado utilizar um óleo para massagear o corpinho do bebê. Para ajudar na escolha, ele deve ser vegetal e não mineral, como os de amêndoa-doce, coco, girassol e uva.

Os movimentos da massagem devem ser repetidos várias vezes, deslizando as mãos por todas as partes do corpo da criança. Você pode começar pela área do peito e barriga do bebê, passando as mãos abertas de forma leve e devagar.

Depois, vá para os bracinhos, envolvendo-os com as mãos e fazendo movimentos do ombro até o punho, várias vezes. O mesmo pode ser feito nas pernas. Nas mãos e pés do bebê, massageie com os seus polegares, indo sempre do meio em direção aos dedinhos.

Vire o bebê de costas e faça movimentos com as mãos também. O rosto e cabeça da criança podem ser massageados com as pontas dos dedos, bem leve e sem pressionar, como um carinho na pele do bebê.

A shantala deve ser feita com calma e muito amor, com a mãe e o bebê curtindo o momento. Ela vai melhorar a relação e ainda proporcionar sensação de bem-estar e calma, tanto para a criança quanto para a mulher.

Gostou de conhecer essa novidade? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
massagem
fazer massagem
bebês
saúde do bebê

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ