Terapias

28/04/2015 12:34 - Atualizado em 17/11/2016 03:06

Autoconhecimento abre caminhos para uma vida mais tranquila

Conheça os seus pontos fortes e saiba como lidar com os próprios defeitos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quando o assunto é espiritualidade e bem-estar, autoconhecimento é uma palavra que surge com frequência. Embora a maioria das pessoas acredite conhecer a si mesmo, os momentos de instabilidade podem mostrar o contrário.

É nessas horas que a autoestima oscila. Aí, enfrentar os problemas que nos cercam parece tarefa complicada. O segredo está em conseguir lidar, antes de tudo, com nossas questões internas, sabendo identificar qualidades e defeitos, medos e mesmo aquilo que faz bem e empresta tranquilidade.

O autoconhecimento, no entanto, é um processo lento e que exige confiança e paciência, em vez da ânsia por resultados imediatos. É desenvolver, antes de qualquer coisa, amor por si mesmo e, a partir disso, dirigir esse sentimento também àqueles que nos cercam.

autoconhecimento

Em geral, temos mais facilidade em identificar defeitos, tanto os nossos quanto os dos outros. O que há de errado grita aos olhos, enquanto as pequenas coisas boas são deixadas de lado. O autoconhecimento também é chave para essa mudança.

Autoconhecimento: Aprenda a identificar vícios e virtudes

Mesmo sendo demorado, o processo de autoconhecimento não requer muito para começar e pode fazer toda a diferença na vida pessoal e profissional. Isso vale principalmente para aqueles que ocupam cargos de liderança.

“Quando nos conhecemos, sabemos o que temos de muito bom e também o que precisamos desenvolver. Com isso, o líder não é pego de surpresa quando alguém faz uma critica ou mesmo dá retorno através do processo de feedback”, explica Elizabeth Sinnott, professora do curso de Desenvolvimento de Liderança do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) no Paraná.

Que tal começar agora mesmo? Confira quatro dicas que podem ajudar a compreender motivações, vícios e virtudes pessoais.

1. Inicie com uma autoavaliação. Reflita sobre tudo aquilo que você acredita ter de positivo e também considere atitudes que precisam ser repensadas, que façam mal a você mesmo ou a alguém.

2. Perceba como você reage diante das situações do dia a dia e busque compreender como isso afeta sua rotina.

3. Avalie quais são as suas perspectivas e o que é necessário para chegar até os resultados esperados.

4. Passe a reparar e dar mais importância a tudo aquilo que é positivo.

autoconhecimento

Busca pelo autoconhecimento

Para complementar os quatro passos anteriores e também tornar sua execução mais fácil, são várias as técnicas e recursos que podem ser utilizados. O resultado é o conhecimento de si mesmo e dos próprios hábitos.

Terapias e espiritualidade

Nesse âmbito, há métodos diversificados. Um deles é o Reiki, em que “os praticantes aprendem técnicas para o desenvolvimento da quietude mental, que resulta em uma maior clareza na visão interior e na compreensão da natureza das coisas”, exemplifica o terapeuta holístico e designer gráfico Eduardo Fonseca.

Ele pontua ainda que o Reiki é um meio para aprender a vencer a si mesmo através da energia espiritual.

Teste vocacional

Principalmente para aqueles que ainda não têm certeza sobre qual caminho profissional seguir, os testes vocacionais podem ser uma boa opção. Mas atenção: é preciso responder com sinceridade, sem tentar direcionar os resultados.

Literatura

Busque livros e artigos que permitam conhecer mais sobre o assunto e entender de que forma o autoconhecimento pode alterar sua relação consigo mesmo e, por consequência, com os outros.

Gostou das dicas de bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
personalidade
autoestima
felicidade
objetivos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ