Saúde Financeira

09/11/2015 01:16 - Atualizado em 01/12/2016 06:27

Saiba quais investimentos em renda fixa são os mais seguros

Existem diferentes tipos de investimentos, com benefícios e riscos variados.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Investimento em renda fixa é qualquer tipo de aplicação que possua uma remuneração ou um retorno de capital pago em intervalos e condições preestabelecidas. Ou seja, o investidor sabe desde o momento da compra do ativo financeiro quanto vai receber ao final do prazo.

Existem diferentes modalidades que entram nesse tipo de investimento, com benefícios e riscos variados. Por isso, é importante sempre conhecer todas as opções disponíveis e pesquisar em várias entidades financeiras. Assim, as chances de você investir no título de renda fixa certo aumentam.

O que é renda fixa

No Brasil, os títulos de renda fixa podem ser emitidos por entidades públicas ou privadas, além de ter rentabilidades variáveis. Elas podem ser em valor nominal (prefixado) ou pela variação de um índice (pós-fixado).

Os tipos de investimentos mais comuns são a tradicional Poupança e o Tesouro Direto. Além dessas opções, existem modalidades menos conhecidas, mas que também podem ser vantajosas.

mulher observando cofrinho de porco, sua renda fixa

Principais tipos de investimentos

Letras de Crédito Imobiliário

Quando os bancos emprestam dinheiro a pessoas ou empresas que desejem adquirir imóveis, ocorre o chamado financiamento imobiliário. Após realizado o empréstimo e estruturada toda a operação, o banco pode juntar várias operações e criar um título chamado de Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e vendê-lo a outro investidor. Assim, a instituição pode originar novos empréstimos e repetir a operação.

As vantagens das LCI são o risco baixo e a isenção do imposto de renda. Para investir nessa modalidade, consulte o gerente do seu banco para verificar quais as opções que a casa oferece. Compare-as sempre com a rentabilidade de outros bancos e corretoras.

Certificados de Depósito Bancário

Para os bancos conseguirem dinheiro para poder emprestar, eles realizam a emissão de CDBs, que são títulos de dívida emitidos pelas instituições bancárias. Elas se comprometem a pagar juros sobre a quantia. Como emprestam a taxas mais caras, obtêm lucro e pagam os rendimentos de renda fixa dos CDBs.

Os CDBs de bancos menores geralmente possuem uma rentabilidade maior, mas também apresentam mais riscos. A dica é pesquisar entre vários bancos para avaliar qual é o mais rentável e oferece mais segurança. Vale lembrar que os CDBs têm imposto de renda.

Saiba Mais
Como economizar dinheiro: Aprenda 3 dicas
Organize sua planilha de gastos e tenha controle das finanças
Educação financeira para crianças: O que seu filho precisa saber sobre dinheiro

Debêntures

São títulos de dívidas emitidos pelas grandes empresas para financiar suas operações, sendo uma maneira de conseguir dinheiro sem ter que passar pelos bancos. Geralmente, quando ocorre a emissão de uma debênture, um grande volume está envolvido, e esses títulos são oferecidos abertamente no mercado por meio de corretoras e bancos.

Esse tipo de investimento é menos arriscado que as ações e oferece taxas atrativas. Porém, não é isento de imposto de renda.

Além dessas modalidades de investimentos em renda fixa, ainda existem outras, como o Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) e o Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI), por exemplo. Não há regra para definir qual é a melhor para cada investidor, mas é sempre indicado diversificar as aplicações com opções de qualidade e que estejam expostas a riscos diferentes.

Tirou suas dúvidas? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
Tesouro Direto
CDB
poupança
debêntures

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ