Saúde Financeira

22/03/2015 10:21 - Atualizado em 29/11/2016 09:11

Problemas financeiros tiram o sono e afetam a saúde

Problemas financeiros dos brasileiros acontecem principalmente em função de dívidas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Muita gente já ganha seu próprio dinheiro e tem conta no banco. Porém, nem sempre a administração é bem feita, o que resulta em problemas financeiros.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Data Popular, 53% dos moradores das favelas brasileiras são bancarizados, possuindo conta corrente, poupança e outros serviços bancários. Os transtornos com as finanças, no entanto, não são apenas administrativos.

Dentro das comunidades, não se encontram agências bancárias e lotéricas, fazendo com que os moradores precisem se deslocar até outros locais para deixar as contas em dia. Prazos de pagamento, aperto no fim do mês e dificuldade em organizar os gastos geram preocupação. Veja dicas para reconhecer problemas financeiros e garantir seu bem-estar.

problemas financeiros

Dívidas são os principais problemas financeiros

Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio (CNC), em 2014, o percentual de famílias endividadas no Brasil era de 63,3%. Dessas, 11,8% se diziam com dívidas muito altas, envolvendo principalmente o cartão de crédito, o crédito pessoal, os financiamentos e os carnês de pagamento.

De acordo com a Serasa Experian, são 54 milhões de brasileiros endividados. Por isso, a prestadora de serviços resolveu criar um teste para indicar se, além de ajuda com problemas financeiros, é necessário também verificar a saúde.

O teste funciona como um “indicador de estresse financeiro” e parte de um princípio. Se você responder “sim” para algumas questões, então está precisando ser “examinado”. Caso você gaste mais de 30% da renda nas prestações de casa, carro, carnês de compras, crédito pessoal e consignado ou cartão de crédito, já é um motivo para começar.

Depois, verifique se mais de 15% da renda vão para financiamentos sem garantias, como casa ou crédito consignado. Por fim, se você está preocupado em não conseguir pagar todas as dívidas sem comprometer o sustento da família, preste atenção. A resposta afirmativa para essas questões indica a necessidade de maior controle financeiro.

Como os problemas financeiros afetam a saúde?

Primeiro, para conseguir se manter saudável, algumas medidas são necessárias e a maioria envolve dinheiro. Plano de saúde, alimentação de qualidade, gastos com lazer e bem-estar, tudo é somado nas finanças de uma forma ou de outra.

Quando você não tem dinheiro para cuidar de si mesmo, é ainda mais fácil desenvolver estresse em função dos problemas financeiros.

A Associação dos Consumidores Proteste divulgou dados que apresentam o quanto a saúde é afetada pelas finanças em diversos países. Mesmo com a crise europeia, o Brasil ainda figura na frente de portugueses e espanhóis, por exemplo.

De acordo com a pesquisa, 24% sentem o resultado dos problemas financeiros no sono, 32% na ansiedade constante, 24% na irritabilidade e 17% na dor de cabeça.

Especialistas afirmam que é bastante complicado contornar uma situação de crise, principalmente envolvendo o dinheiro e a administração pessoal. É necessário quitar todas as dívidas e buscar uma forma de começar do zero. No entanto, a tranquilidade é fundamental em casos extremos, que vão exigir planejamento e preparo.

O hábito de distribuir a renda entre necessário e supérfluo é o principal passo para se controlar. A poupança também deve ser uma das prioridades, pois o dinheiro pode ser usado tanto em emergências quanto em situações de dívidas inevitáveis. Somente com o controle total das finanças é possível dormir tranquilo.

Gostou das dicas de qualidade de vida? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
economia
tranquilidade
gastos financeiros
poupança

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ