Saúde Financeira

27/09/2015 05:28 - Atualizado em 07/12/2016 05:06

Livre-se do SPC com planejamento e controle

A lista de devedores impede que a pessoa realize compras a prazo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os motivos para a inadimplência podem variar. De qualquer maneira, o não pagamento de compromissos financeiros, como prestações ou faturas, pode fazer a pessoa ter o nome registrado no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Alguns consumidores só descobrem que estão no cadastro de devedores na hora de uma nova compra, pois ficam impossibilitados de pagar a prazo. Porém, não se desespere: há maneiras de limpar o nome. Tire suas dúvidas e acabe com o constrangimento.

Como saber se seu nome está no SPC

A melhor forma de conseguir saber da sua situação cadastral é consultar a base de dados do SPC na internet. No site, é possível saber em qual entidade você deverá comparecer munido de CPF original para solicitar a consulta.

Normalmente, as instituições parceiras nesses casos são as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) ou associações comerciais.

O SPC faz apenas a gestão do banco de dados. O órgão não tem nenhuma responsabilidade sobre as informações ou o registro de inadimplência. Essa é uma atribuição das empresas que utilizam o serviço.

mulher preocupada por estar no SPC

Como tirar o nome do SPC

Depois de verificar em qual ou em quais empresas está devendo, o consumidor deve procurar diretamente seus credores para pagar a dívida. O parcelamento ou eventuais descontos ficam por conta de cada instituição para a qual a pessoa deve.

Após a comprovação do pagamento do acordo ou do débito, o estabelecimento deve acessar o SPC Brasil e fazer a baixa do registro do CPF do usuário que era devedor. O débito deixará de fazer parte do cadastro em até 72 horas após a solicitação do credor. Depois disso, o indivíduo poderá fazer compras sem restrições em seu nome.

A pessoa também é tirada do cadastro de inadimplentes automaticamente, mesmo que não pague a dívida, depois de passados cinco anos. Porém, independentemente disso, o mais importante é aprender a se planejar para não cair novamente na lista de devedores.

Saiba Mais
Como economizar dinheiro: Aprenda 3 dicas
Conheça 7 dicas simples para juntar dinheiro
Organize sua planilha de gastos e tenha controle das finanças

Em primeiro lugar, o consumidor jamais deve emprestar seu nome ou seu cartão de crédito para terceiros. Mesmo que seja uma pessoa de confiança, imprevistos acontecem com todo mundo e pode ser que ela não consiga honrar a dívida por uma série de fatores, como perda de emprego, por exemplo.

Além disso, aprenda a controlar seus gastos e fazer a previsão de suas despesas. Sabendo gastar menos que o que você ganha, dificilmente será preciso recorrer a compras a prazo e o risco de cair em armadilhas de crédito também diminuirá.

Você já teve problemas com o SPC? Como resolveu a situação? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir outras dicas de bem-estar e qualidade de vida aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
dívidas
credores
compra a prazo
crédito

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ