Saúde Financeira

31/10/2015 01:45 - Atualizado em 03/12/2016 08:56

Dicas para escolher o seguro de carro

Serviço oferece vantagens como maior segurança financeira e tranquilidade na hora de conduzir o veículo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Na hora de adquirir um automóvel, logo surge a dúvida sobre a necessidade de ter ou não um seguro de carro. Além do preço, é preciso levar em conta outros pontos na hora da escolha do serviço.

Para tirar algumas dúvidas frequentes sobre o assunto, o Vivo Mais Saudável conversou com a coach financeira e corretora de seguros Joana D'arc Santos Oliveira. Confira a seguir dicas importantes e escolha com mais clareza o serviço ideal.

mulher segurando uma miniatura de automóvel, simbolizando o seguro do carro

Como escolher o seguro de carro

A corretora explica que o seguro de carro é uma forma de proteção patrimonial e pessoal.  "Ao conduzir um veículo, estamos expostos a riscos como roubo, incêndio, explosão e ainda possíveis envolvimentos em colisões, que podem ocorrer com ou sem vítimas", alerta Joana.

Um seguro é importante para obter, como o nome já sugere, mais segurança para rodar por aí. "Imagine se ocorre um acidente que, além de danificar o seu veículo, envolva outros veículos e pessoas? E o pior: vítimas que poderão ser você, seus passageiros ou, ainda, os dos veículos envolvidos", lembra a especialista.

Ou seja, o seguro protege não só financeiramente, mas também garante o bem-estar de sua família. 

Basicamente, segundo Joana, o mercado opera com duas modalidades. A primeira é a do seguro contra roubo e incêndio. A segunda, chamada compreensiva, adiciona a cobertura em caso de acidentes, mas apenas quando não há envolvimento de terceiros.

Saiba Mais
Casa sozinha nas férias? Veja 10 dicas de segurança
Viagem de carro com crianças não precisa ser pesadelo. Veja dicas
Estresse no trânsito: Veja como manter a calma

Já para quem busca uma cobertura que envolva a indenização para terceiros, o tipo de seguro é chamado de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V). As coberturas adicionais também podem ser contratadas, tais como assistência 24 horas e carro reserva. Elas devem estar especificadas na apólice.

A escolha do tipo de seguro de carro está relacionada com o estilo de vida do condutor e da região em que o veículo circula. Levam-se em conta variáveis de risco como modelo e valor médio do automóvel, índice de roubos e profissão e idade do proprietário, por exemplo.

Escape de armadilhas

O seguro é um contrato de confiança entre o segurado e a companhia seguradora. "O segurado deve ser honesto em seu diagnóstico pessoal e financeiro. Deve responder aos questionamentos da empresa de forma transparente e assinar a proposta apenas ao esclarecer todas as suas dúvidas", orienta Joana.

Outra dica da corretora é sempre contratar o serviço com um corretor de seguros habilitado, pois esse profissional tem como objetivo defender os interesses de seu cliente junto à companhia seguradora.

Vale lembrar que existem muitas empresas que oferecem esse tipo de serviço. Portanto, é importante realizar cotações para encontrar o valor que mais combine com a sua renda, sempre atento aos serviços oferecidos. Informe, também, sobre possíveis fraudes ou problemas que possam ter acontecido com outros usuários.

Você já precisou acionar o seguro de carro? Como foi a experiência? Compartilhe sua história conosco! E continue ligado no Vivo Mais Saudável para conferir outras dicas para sua qualidade de vida.

TAGS
automóvel
trânsito
orçamento
segurança

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ