Qualidade de Vida

11/07/2015 10:35 - Atualizado em 03/12/2016 11:38

Yuri: cinco filhos, muito riso, muito esporte e muita responsabilidade

Se a falta de tempo é justificativa para você deixar de ver mais seus filhos, viajar, fazer atividade física, veja o que essa trupe apronta em família.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Pai de 5 filhos de diferentes idades, Yuri Aguilera tem que se dividir entre as tarefas pessoais diárias e a atenção dedicada à cada um. Sem abrir mão de ser um pai presente, ele faz questão de planejar atividades interessantes e bem divertidas que envolvam todos, mas avisa: também sabe cobrar quando necessário. Leia essa ótima história do nosso Especial Pais.

Paizão e os cinco filhos

Quem diz que pai não precisa se programar para estar com os filhos? Yuri Aguilera, de 43 anos, faz uma força-tarefa diária para dar atenção às jovens Taís e Beatriz, ambas de 21 anos; Vitor, 11; Pedro, 12; e Antônio, 14. Separado há bastante tempo e morando sozinho, Yuri divide seu tempo entre trabalho, ele é militar, sócio de um escritório de financiamento imobiliário e empreendedor de novos projetos; os encontros com os filhos, durante a semana e finais de semana alternados; e os esportes que ama, ele corre, nada, pedala, faz pilates e, de vez em quando, trekking e montanhismo.

Como ele consegue? O amor o impulsiona!

"Faço sempre questão de estar próximo dos meus filhos. Nunca abro mão disso", confessa.

Para que o momento juntos seja sempre de diversão, Yuri planeja uma programação bastante divertida para não cair na monotonia. “Gosto muito de fazer programas ao ar livre, ir a parques, cachoeiras, o almoço em casa também é muito divertido”, conta.

Como ajudar os filhos a estudar?

Yuri: "Desejo que eles pratiquem o bem"

E como lidar com assuntos tão complexos como sexo ou religião? Yuri confessa ser flexível e atento para tratar qualquer tema, mas de vez em quando se surpreende com o que ouve. “Sou um cara aberto para qualquer tipo de assunto. Claro que pelas idades diferentes não entro em determinados assuntos, mas o mais interessante é que me assusto com alguns papos, principalmente com as meninas que já têm uma idade avançada”, revela.

Mas nem só de brincadeira Yuri leva o relacionamento com os filhos. Na hora de dar bronca, ele não mede consequências e acredita que o diálogo é a melhor solução. “Não bato nos meus filhos, eu prefiro conversar. Sou rígido apenas com uma coisa, a escola. Cobro as notas, vou às reuniões familiares, fico no pé. Como os meninos são pequenos, a única responsabilidade é estudar”, diz Yuri, que define ter sido criado com menos exigência. "Meu pai me ensinou a vida de uma forma mais liberal. Com eles não sigo a mesma linha, quero estar sempre presente, ser amigo deles e manter o respeito e a responsabilidade com suas obrigações", explica.

Perto do Dia dos Pais, Yuri revela a expectativa para o futuro: "A vida está cada vez mais difícil por causa da violência. Sinceramente, desejo que eles pratiquem o bem e continuem sendo amigos um do outro”, idealiza o paizão.

O Vivo Mais Saudável falou com Thaís, sem o Yuri saber, perguntamos como é a relação dela com o pai e com os irmãos.

"Quando descobri que meu pai era criança como eu, errante como eu, idiota como eu a nossa relação ficou absurdamente melhor. Sempre foi muito boa mas hoje meu pai é meu melhor amigo!", ela fala.

Sobre a relação com os irmãos, "Muito boa! Amo muito todos eles! São meus chamegos."

Conheça também a história de Arthur e seus dois pais

Escondidos dos pais, os cinco filhos se reuniram e fizeram um vídeo especial para Yuri. Confira e se emocione!

É, Yuri, pelo que parece você está se saindo muito nem nessa grande jornada. Toda nossa equipe adorou a sua história e desejamos feliz Dia dos Pais.

Se você tem algo a dizer sobre a importância da presença dos pais na criação dos filhos, deixe seu comentário e compartilhe nosso Especial Pais. 

  

TAGS
yuri
pai
como criar cinco filhos
Dia dos Pais

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ