Qualidade de Vida

06/04/2015 09:23 - Atualizado em 10/11/2016 07:25

Saiba o que é depressão e como combatê-la

A doença é um distúrbio químico do cérebro e não pode ser considerada apenas tristeza profunda.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se você sente ou conhece alguém que sofre de irritabilidade, angústia e ansiedade em excesso, saiba que esses são os primeiros sinais de uma depressão. Apesar de ser constantemente confundida com tristeza, é uma doença que pede tratamento.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 18% das pessoas vão apresentar depressão em algum período da vida. Quando o quadro se instala, se não for tratado convenientemente, costuma levar meses ou até anos para desaparecer. Entenda o que é depressão e quais fatores causam esse mal.

o que e depressao

Afinal, o que é depressão?

A depressão é uma patologia que atinge os neurônios. Entre um e outro, há um espaço chamado sinapse, fundamental para a troca de substâncias químicas, íons e correntes elétricas.

As substâncias trocadas na transmissão do impulso entre os neurônios, os neurotransmissores, vão modular a passagem do estímulo representado por sinais elétricos. Na depressão, ocorre um comprometimento dos que são responsáveis pelo funcionamento normal do cérebro.

A depressão também é uma doença recorrente. Quem já sofreu dela pelo menos uma vez na vida apresenta cerca de 50% de possibilidades de vê-la manifestar-se novamente. Assim, é imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado desde os primeiros sinais depressivos que surgem.

Causas e sintomas da depressão

Uma das principais causas da depressão está ligada à alteração química do funcionamento dos neurotransmissores, como a serotonina, a noradrenalina e a dopamina.

Porém, nem todas as pessoas com depressão têm a causa química. Acontecimentos traumáticos na infância, estresse físico e psicológico, consumo de drogas lícitas e ilícitas e certos tipos de medicamentos, como as anfetaminas, também possuem fator agente na causa da doença.

Entre os sintomas, destacam-se:

- Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia

- Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para realizar tarefas

- Diminuição ou incapacidade de sentir alegria

- Desinteresse, falta de motivação e apatia

- Sentimentos de medo, insegurança, desespero, desamparo e vazio

- Pessimismo, sensação de culpa, baixa autoestima, falta de sentido na vida

- Desejo de morrer ou tentativa de suicídio

- Interpretação distorcida e negativa da realidade

- Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento

- Diminuição do desempenho sexual e da libido

- Perda ou aumento do apetite e do peso

- Insônia, despertar matinal precoce ou aumento do sono.

Tratamentos que combatem a depressão

A escolha do tratamento mais adequado para o depressivo deve ser personalizada e feita depois de uma avaliação física e mental completa da pessoa doente. Apesar disso, o tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30 antidepressivos disponíveis no mercado farmacêutico.

Algumas pessoas precisam de tratamento de manutenção ou preventivo para evitar o aparecimento de novos episódios de depressão.

A psicoterapia ajuda o depressivo, mas não previne novos episódios, nem cura a doença. A técnica auxilia na reestruturação psicológica, além de aumentar a compreensão sobre o processo de depressão e auxiliar na resolução de conflitos, o que diminui o impacto provocado pelo estresse.

Gostou das dicas de bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
depressão
sintomas da depressão
quadro depressivo
tristeza profunda

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ