Qualidade de Vida

25/03/2016 10:00 - Atualizado em 05/12/2016 07:48

Saiba mais sobre a influência árabe na cultura brasileira

Cultura árabe trouxe novidades para a música, a agronomia e a moda do país.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Desde a exibição da novela O Clone pela Rede Globo, em 2001, o público brasileiro passou a conhecer um pouco mais da cultura árabe. Tanto a música da abertura quanto as cenas gravadas no Marrocos retratavam a luz e as cores que emanam desse povo.

Porém, a presença dessa cultura em território brasileiro é bastante antiga. Para se ter ideia, o português falado pelos povos que chegaram ao Brasil na época das grandes navegações possui milhares de palavras árabes em seu vocabulário. Além disso, influências culinárias, agrícolas e musicais permanecem até hoje. Saiba mais a seguir.

representantes do povo árabe

Comunidade árabe tem dia especial no Brasil

Em 25 de março, comemora-se o Dia Nacional da Comunidade Árabe. Parte do calendário oficial brasileiro, a data é reconhecida pela Lei 11.764, sancionada em 2008 pelo então vice-presidente José Alencar Gomes da Silva. O objetivo é homenagear os povos que se instalaram no país e contribuíram para enriquecer nossa cultura.

O café, por exemplo, é um dos produtos brasileiros mais exportados. Nossos cafezais receberam muito da técnica árabe, sendo reconhecidos entre os melhores do mundo. Além disso, foram os imigrantes que introduziram novas tecnologias de irrigação, com a criatividade de quem vivia em solos áridos.

Os moinhos que se movem pela força da água, conhecidos como azenhas, também foram construídos a partir dos ensinamentos desses povos. Já para a música, instrumentos como bandolim, cavaquinho e pandeiro, bastante característicos da cultura brasileira, tiveram como precursor o alaúde, originário das arábias.

De acordo com o Instituto da Cultura Árabe (Icarabe), atualmente vivem mais de 12 milhões de pessoas dessa ascendência no Brasil. Em termos mundiais, nosso país é o nono com maior concentração desse povo.

Cultura árabe é bastante difundida

Com nome e descendência árabe, Shakira é uma das artistas globais que ajudam a propagar a cultura de seu povo de origem. Diversas músicas da cantora possuem sonoridade de alaúde, foles e vozes inspiradas nos cantos arábicos. Além disso, a dança do ventre, comum entre essa comunidade, é uma das especialidades da loira, que realiza os movimentos em seus vídeos e shows.

No Brasil, a novela O Clone, de Glória Perez, foi responsável por lançar tendências não apenas culturais, como também de moda e gírias. Palavras como “Inshallah” substituíam a expressão “se Deus quiser”. Pulseiras e joias que adornavam a personagem de Giovanna Antonelli também se popularizaram e eram vendidas no comércio brasileiro.

O primeiro registro da presença de árabes no Brasil parece datar de 1874, segundo o Icarabe, quando os irmãos palestinos da família Zacarias desembarcaram no porto de Rio de Janeiro. Sírios e libaneses também vieram povoar as terras nacionais no século 19, compartilhando sua cultura com a nossa.

Os primeiros imigrantes, em sua maioria, eram mascates e vendiam artefatos, roupas e acessórios pelo país. Depois, começaram a abrir seus próprios negócios e empresas, principalmente no comércio e no ramo de tecelagem.

Gostou de saber um pouco mais dessa cultura? Então aproveite para compartilhar as informações nas redes sociais! E não se esqueça de conferir outros artigos de bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
cultura
imigração
história
data comemorativa

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ