Qualidade de Vida

22/03/2015 11:42 - Atualizado em 23/09/2016 09:23

Papel da mulher nas famílias brasileiras cresce cada vez mais

Papel da mulher vem mudando, exigindo conhecimentos sobre gestão do lar e educação financeira.

POR

Redação

  • +A
  • -A

papel da mulher tem ganhado mais protagonismo nos ambientes profissional e doméstico. Se em 2000 elas representavam 24,9% das chefias nos lares, hoje elas já figuram como responsáveis em 87% das casas sem cônjuge e sem filhos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A capacidade de exercer múltiplas tarefas não depende de raça, cor ou situação financeira. Mas o holofote está mesmo é na ascendente classe C, da qual a maioria das mulheres é responsável pelo lar.

Nas favelas, uma pesquisa da Data Favela concluiu que 44% das famílias são chefiadas por representantes do sexo feminino. Saiba mais sobre o papel da mulher na família e na sociedade.

papel da mulher

Empresas precisam reconhecer mais o papel da mulher

Se em casa são elas que mandam, no emprego nem tanto. Isso porque as mulheres, principalmente no Brasil, ainda não estão sendo contempladas com cargos de liderança. Segundo a pesquisa Women in Business 2015, coordenada pela prestadora de serviços Grant Thornton, o país fica em 3º lugar entre os que menos dão chances de alta posição à mulher.

O estudo revelou que 57% das empresas brasileiras não colocam mulheres na chefia. Os dados mostram o quanto o papel da mulher ainda precisa ser valorizado.

Segundo uma pesquisa do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o salário das mulheres também é 30% menor que o dos homens. Apesar dessa diferença, o sexo feminino dribla as dificuldades e supera os percalços financeiros em busca do sustento familiar.

A busca por maior igualdade segue, mas nem por isso o bem-estar da mulher deve ser deixado de lado. Mais escolarizadas que os homens (elas têm frequência escolar de 52 2%, frente a 42,4% deles, de acordo com o último Censo), as mulheres conseguem se administrar com jogo de cintura e força de vontade.

Dicas para tornar o papel da mulher ainda mais forte

Exerça sua habilidade administrativa

De acordo com professores da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), o papel da mulher das finanças é de maior competência que os homens, porque elas têm maior habilidade em lidar com dinheiro.

Com sensibilidade mais aguçada e preocupação em detalhes com as despesas, o sexo feminino assimila tudo mais rápido e aprende administração com mais facilidade.

Saiba ter voz ativa dentro do lar

Quando se assumem as rédeas de uma família, o papel da mulher deve ser mais firme, pois, aproximadamente, 80% do dinheiro que circulará dentro do lar passará pelas mãos dela. Você será contabilista e administradora, direcionando as despesas. Milhões de mulheres têm essa responsabilidade e cuidam das atividades dentro e fora do lar.

Eduque-se financeiramente

A educação financeira faz toda a diferença na gestão do lar. Um dos principais desafios de conduzir as finanças do lar é saber colocar os ganhos e despesas no papel e dar conta de pagar tudo sem fazer dívidas.

A mulher moderna, mesmo cheia de afazeres, precisa encontrar uma forma de aprender constantemente a manter o controle do caixa da família. Adequar-se ao seu padrão de vida é fundamental.

Gostou das dicas de qualidade de vida? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
família
emprego
independência financeira
chefe do lar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ