Qualidade de Vida

29/07/2014 09:00 - Atualizado em 14/11/2016 12:45

Mitos e tabus cercam os pais que ficam em casa

Tendência em todo o mundo, pais que ficam em casa enfrentam desconfiança em afazeres domésticos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Tradicionalmente, a função de cuidar dos filhos em casa está muito associada à figura materna. Mas, ultimamente, cresce o número de pais que ficam em casa e assumem esse papel. Com essa tendência, alguns tabus envolvendo os sexos estão sendo quebrados, já que a noção de que a preocupação doméstica deva ser apenas de um dos gêneros não encontra sustentação na ciência.

pais-que-ficam-em-casa
Estudos sugerem que pais que ficam em casa ajudam muito no aprendizado dos filhos. Foto: Shutterstock

Pais que ficam em casa são fenômeno moderno

De acordo com um estudo divulgado em junho pelo Pew Research Center, dos Estados Unidos, aproximadamente 2 milhões de pais ficam em casa cuidando dos filhos durante o dia, o dobro do que 25 anos atrás. Desses homens, um em cada cinco escolheram estar nessa situação. O restante se divide principalmente em pais que estão doentes ou desempregados. 

Há ainda pessoas que não concordam com a ideia dos pais que ficam em casa e que essa não seria a ordem natural das coisas. E algumas delas procuram encontrar na lógica argumentos que provem isso, remetendo o discurso aos instintos primários do ser humano.

Mas o rigor científico de afirmações como essa é zero. Trata-se apenas de falácias - raciocínios falsos que têm aparência de verdadeiros, geralmente usando um truque de argumentação. Pais que ficam em casa têm, em um âmbito geral, a mesma capacidade de cuidar dos seus filhos do que uma mãe.

Outro pensamento típico dos conservadores é presumir que um pai que não está trabalhando fora não o faz apenas por falta de opção - está em casa simplesmente porque perdeu o seu emprego e não consegue arranjar outro. 

Essa ideia casa com o velho preconceito de achar que, enquanto a mulher cuida dos afazeres domésticos e da criação dos filhos, o homem sustenta o lar financeiramente. Uma família provida por uma mulher ainda é tabu entre muitas pessoas, infelizmente.

Mas aos poucos essas ideias vão mudando. E o estudo americano é um exemplo disso. Poucas décadas atrás, a ideia de que 1/5 de todos os pais que ficam em casa o façam por vontade própria seria inimaginável. No Brasil, infelizmente, não há estatísticas oficiais sobre o assunto.

Dicas para os pais que ficam em casa 

Se você está pensando em se tornar um dos pais que ficam em casa, veja algumas dicas:

- Primeiro, você deve abandonar o preconceito. A ideia de que filhos criados com uma figura paterna mais presente terão alguma dificuldade de aprendizado ou desenvolvimento não encontra nenhuma sustentação científica. Pesquisas mostram que a diferença prática na formação de uma criança criada pelo pai, em comparação a uma que teve a figura materna mais próxima, é irrisória.

Pais que ficam em casa
Pais têm todas as condições de cuidar das crianças em casa. Foto: Shutterstock

- Atualmente, as fronteiras que separam os gêneros estão diminuindo. E isso é ótimo: no fim do dia, o indivíduo é que prevalece. Com essa mentalidade, você pode assumir seu novo papel de cabeça erguida e com a certeza de que pode fazer um excelente trabalho.

- Se tiver dificuldade no início, não se apavore. Talvez você não tenha o costume de ficar em casa e ajudar com todas as tarefas domésticas. Provavelmente, você vai se dar conta de que o trabalho demanda maior dedicação e afinco do que você imaginava. Assim como uma tarefa de escritório, seu novo trabalho vai exigir prática.

- Converse com seus filhos (caso eles tenham idade para isso) e explique com clareza os motivos de sua decisão, seja lá quais forem. O diálogo aberto é essencial para que eles também contribuam com as tarefas de casa.

- Não deixe de praticar exercícios físicos - mesmo que seja em casa. Você vai ver como será importante o condicionamento adequado para a rotina de cuidar das crianças.

- Para se adaptar à nova rotina, você deve, antes de tudo, conversar bastante com outras pessoas que já tenham essa experiência. Pode ser a sua própria esposa ou outros familiares e amigos.

Precisando de uma mão? Cris Polis tem a solução: Vivo Orientação Infantil.

E aí, gostou das dicas? Então deixe seu comentário e compartilhe sua experiência no nosso fórum!

 


TAGS
pai
pai em casa
pais e afazeres domésticos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ