Qualidade de Vida

09/01/2016 03:00 - Atualizado em 07/11/2016 03:56

MBA fora do país pode alavancar sua carreira

Estudar no exterior é uma experiência que valoriza o currículo do profissional.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Voltado para quem busca se tornar um gestor qualificado, o MBA foca em conhecimentos administrativos e aprofunda o conhecimento em questões do ambiente das corporações. A sigla é referente a “Master in Business Administration” que, em inglês, quer dizer “mestre em administração de negócios”. 

No Brasil, já existem dois tipos de MBA reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC). Um tem 360 horas-aula e está no “padrão Brasil”. Já o outro é classificado pela Associação Nacional de MBA (Anamba) como “padrão global” e possui 480 horas-aula. Porém, um curso fora do país pode render maior reconhecimento na hora de buscar um cargo. Saiba por quê.

Escolha o seu MBA

Não é que a qualidade do ensino no país seja fraca, mas a experiência dos grandes mercados é muito valorizada no meio corporativo. Um MBA realizado no Reino Unido ou nos Estados Unidos, por exemplo, oferece a possibilidade de um envolvimento maior com instituições de ensino de renome internacional, com maior percepção de valor.

MBA

O “master” feito no exterior oferece uma espécie de “selo de qualidade” ao currículo, que recebe reconhecimento internacional. Instituições brasileiras já começaram a adotar parcerias com universidades e centros de educação estrangeiros, a fim de oferecer maior qualificação e oportunidades de intercâmbio aos seus alunos.

Na hora de escolher seu curso de MBA, é preciso ficar atento a esses aspectos. Os valores costumam ser altos e um programa de ensino internacional pode chegar a mais de 150 mil dólares. É por isso que planejamento e cautela devem ser tomados.

Escolha um curso que esteja de acordo com seu perfil. Verifique as metodologias de ensino adotadas e veja se elas contemplam aquilo que você deseja aprender. Procure profissionais que já realizaram o curso do qual você vai participar e peça por referências e feedbacks. Esteja por dentro do processo seletivo e prepare-se bem antes de fazer a inscrição.

MBA ou mestrado?

Um MBA é classificado como curso “latu sensu”, uma espécie de ensino focado e especializado no mercado de trabalho, enquanto o mestrado se direciona à pesquisa e ao âmbito acadêmico. No entanto, esse tipo de qualificação vem se tornando comum entre os executivos, o que torna a competição ainda maior.

De acordo com um estudo feito com aproximadamente 400 profissionais pela Produtive, empresa de consultoria de carreiras, mais de 65% dos profissionais já tinha uma pós-graduação do tipo “latu sensu”.

Assim, os candidatos com mestrado (curso “strictu sensu”) são mais valorizados, recebendo até 48% a mais de quem tem apenas o diploma de ensino superior. Caso o mestrado seja feito no exterior, o currículo fica ainda melhor cotado.

Apesar de existir certo distanciamento entre as empresas e a academia, os contratantes ainda têm preferência por pessoas que se envolvem em estudos bem qualificados. Ao invés de dar a vaga para um “colecionador de certificados”, a pesquisa apontou que eles escolhem aquele com formação por uma boa instituição e referências internacionais e renomadas.

Lembre-se, porém, que para ser feliz no trabalho, é preciso ser feliz também fora dele. Um estudo da Sociedade Britânica de Psicologia (BPS) descobriu que o rendimento profissional está ligado a práticas fora do expediente, como trabalho voluntário, atividades físicas, convívio familiar e estudo em áreas que gosta. Um profissional pleno só existe quando também há preocupação com bem-estar e qualidade de vida.

E você, onde está pensando em fazer o MBA? Deixe seu comentário!

TAGS
carreira
sucesso
bem-estar
qualidade de vida

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ