Qualidade de Vida

03/12/2015 02:29 - Atualizado em 12/02/2016 08:32

Mala extraviada: E agora? Saiba o que fazer

O problema deve ser reportado à companhia aérea imediatamente.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Ficar parado na esteira do aeroporto e não ver sua bagagem chegando. Quem já viveu essa experiência sabe que ter uma mala extraviada após um voo é um grande estresse.

Apesar de o consumidor não ter como impedir esse aborrecimento, alguns cuidados antes da partida contribuem para evitar problemas mais sérios, como a perda de itens valiosos. Confira dicas de como proceder após o extravio de uma mala.

mala extraviada na esteira de bagagem

O que fazer em caso de mala extraviada

Antes de embarcar, lembre-se de identificar a sua mala com nome e telefone. Assim, caso ela acabe indo parar em outro aeroporto, será mais fácil recuperar seus pertences.

Depois, você poderá realizar uma declaração do valor estimado em sua bagagem. Esse é um procedimento feito junto à companhia aérea, mediante o pagamento de uma taxa. O serviço é como um seguro. Caso ocorra o extravio, o consumidor recebe o valor declarado.

Se você não optar por esse serviço e infelizmente perceber que a mala não chegou ao destino final, as primeiras providências são contatar o atendimento da companhia aérea no próprio aeroporto e preencher o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB). Você também pode registrar o ocorrido junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Em voos domésticos, a companhia tem um prazo de 30 dias para o devolvimento dos pertences. Já para voos internacionais o limite é de 21 dias.

Saiba Mais
Confira como montar um kit de primeiros socorros para viagem
Você tem medo de avião? Veja como enfrentar
Viajar com crianças: Veja dicas para aproveitar o momento

O Código de Defesa do Consumidor assegura que a empresa aérea deverá pagar um valor equivalente ao da bagagem do passageiro, bem como outras despesas que ele tenha tido por causa da mala extraviada. No entanto, a grande maioria das companhias brasileiras estipula um limite para esse ressarcimento, que pode variar significativamente entre uma e outra.

Caso o cliente não se sinta satisfeito com o valor oferecido pela empresa, ele pode entrar com uma negociação administrativa no Procon ou recorrer à Justiça.

Leve itens de valor na mala de mão

O aborrecimento de ter a mala extraviada causa desconforto e prejuízo. Para evitar que a perda seja ainda mais alta, é preciso atenção ao organizar os pertences antes da viagem.

A orientação padrão é que os consumidores evitem despachar itens importantes, como joias, eletrônicos e medicamentos. Portanto, prefira carregar tais produtos em sua mala de mão, que fica com você na cabine. Celulares, laptops e câmeras fotográficas são alguns dos artigos mais comuns que não devem ser despachados.

Outra dica: antes de fechar as malas, tire uma foto para saber exatamente o que você está levando. Assim, caso tiver que reclamar pelo extravio de sua bagagem, terá mais provas do que foi perdido.

Você já teve uma mala extraviada? Como resolveu a situação? Deixe seu comentário e ajude outros leitores do Vivo Mais Saudável! Aproveite ainda para conferir outras dicas de bem-estar.

TAGS
viagem
bagagem
Código de Defesa do Consumidor
extravio de malas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ